LITERATURA

Marina Colasanti vence prêmio Machado de Assis, da ABL

Autora de mais de 60 livros receberá R$ 100 mil pelo conjunto da obra

Marina ColasantiMarina Colasanti - Foto: reprodução/ABL

A escritora ítalo-brasileira Marina Colasanti, de 85 anos, venceu o Machado de Assis, mais importante prêmio literário conferido pela Academia Brasileira de letras a nomes que se destacam pelo conjunto de sua obra. Autora de mais de 60 títulos, entre livros de poesias, contos, crônicas, ensaios e literatura infantojuvenil, ela receberá R$ 100 mil.

Marina Colasanti nasceu na cidade de Asmara, capital da Eritreia, na África, que era uma colônia italiana. A escritora chegou ao Rio aos 10 anos, em 1948, após o fim da Segunda Guerra Mundial. Ela é casada há mais de 50 anos com o também escritor Affonso Romano de Sant’Anna. Já atuou como jornalista, apresentadora de TV, publicitária e tradutora.

Em 2021, ela lançou “Vozes de batalha” (Tusquets), que mistura elementos de romance e memorialismo para resgatar a figura da sua tia-avó, a cantora lírica italiana Gabriella Bensazoni. Entre diversas turnês mundiais, a artista escolheu o Rio para viver, após aceitar o pedido de casamento, em 1925, do empresário brasileiro Henrique Lage, um dos homens mais ricos do país na época.

Em 2020, publicou "Mais longa a vida", livro de versos em que explora sua intimidade com a poesia italiana e luso-brasileira e temas como família, amor, perdas, viagens e saudade.

Prêmio literário mais antigo do país, o Machado de Assis é entregue, desde 1941. Já foram homenageados autores como Gilberto Freyre, Fernando Sabino e Ruy Castro. Os vencedores são escolhidos pelos membros da ABL.

Veja também

Samuel de Assis é eliminado na 'Dança dos Famosos'
DOMINGÃO

Samuel de Assis é eliminado na 'Dança dos Famosos'

Com saída de Eliana, Celso Portiolli é escolhido para comandar SBT aos domingos
MUDANÇAS

Com saída de Eliana, Celso Portiolli é escolhido para comandar SBT aos domingos

Newsletter