FENEARTE 2023

Mestre Zuza celebra trajetória de cinco décadas com exposição na Fenearte

"Mestre Zuza, 50 anos: do artesanato figurativo ao utilitário" será aberta nesta quarta-feira (5), no Pavilhão do Centro de Convenções, em Olinda

Mestre Zuza de TracunhaémMestre Zuza de Tracunhaém - Foto: Salatiel Cícero

Historiador, ceramista, Patrimônio Vivo e em celebração por cinco décadas de trajetória dedicada à arte. É em meio a essas vivências que o artesão e santeiro negro Mestre Zuza, 65, vai ocupar a Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) com a exposição "Mestre Zuza 50 anos: do artesanato figurativo ao utilitário".

Com abertura nesta quarta-feira (5), data de estreia da 23 edição da Feira, a mostra de Mestre Zuza - localizada na Alameda dos Mestres - reúne suas obras principais, feitas à mão. Entre as peculiaridades de sua arte no barro está o estilo particular em moldar os santos que, diferente do estilo religioso, têm traços indígenas, fisionomia negra e vestimentas pernambucanas. 
 

Mestre ZuzaCrédito: Salatiel Cícero

As peças, que se aproximam de figuras santas, de certa forma angelicais, mas inspiradas na realidade do povo nordestino, preservam a arte primitiva dos antigos mestres do barro com uma releitura para o barroco ou, como diz o próprio Mestre, um "barroco contemporâneo".

Obra do Mestre ZuzaCrédito: Salatiel Cícero

As beatas, figuras o tanto quanto aclamadas pelo arte de Mestre Zuza, são também destaque na exposição. Tais como as mulheres rezadeiras da Zona da Mata pernambucana, as imagens trazem roupas parecidas com mães de santo e cocares na cabeça - que remetem aos Tupis-Guaranis.

Outra marca do mestre são as esculturas xipófagas, conectadas por imagens ligadas à cabeça. As peças do artesão são feitas com palitos e canetas, ressaltando a arte popular e a pobreza.

Associação do Artesãos de Tracunhaém
De família dedicada ao barro, Mestre Zuza herdou de casa a habilidade como artesão, desde os avós que já trabalhavam com carêmica utilitária na década de 1920.

Junto a onze irmãos, com a maioria trilhando o ofício da arte da cerâmica, foi com eles que Zuza empreendeu na formação da primeira associação dos artesãos de Tracunhaém.

Serviço
Exposição "Mestre Zuza 50 anos: do artesanato figurativo ao utilitário"


Quando: quarta-feira, 5, 16h
Onde: Fenearte (Pavilhão do Centro de Convenções de Olinda)

 

Veja também

Cantora Ingrid Andress admite que estava bêbada durante apresentação do hino nacional dos EUA
POLÊMICA

Cantora Ingrid Andress admite que estava bêbada durante apresentação do hino nacional dos EUA

Emmy Awards 2024: confira a lista completa de indicados
PREMIAÇÃO

Emmy Awards 2024: confira a lista completa de indicados

Newsletter