Mexicanos da Vaca35 trazem peça 'Josefina La Gallina' para o Feteag

Após intercâmbio teatral no Recife, Vaca35 apresenta espetáculo neste sábado (19), às 19h, no teatro do Sesc Santo Amaro

Peça 'Josefina La Gallina' se apresenta no Recife em função única neste sábado (19)Peça 'Josefina La Gallina' se apresenta no Recife em função única neste sábado (19) - Foto: Divulgação

"Pode parecer estranho, mas a vida do ator é como a de uma galinha. E o texto da peça mostra isso." A fala do ator e diretor mexicano Damián Cervantes refere-se a "Josefina La Gallina puso un huevo en la cocina", monólogo estrelado por José Rafael Flores e dirigido por Diana Magallón, em companhia com Damián. Criado coletivamente, o texto teatral, que a princípio pode parecer absurdo, pouco a pouco se revela como um contundente relato de sobrevivência, fragilidade e dor.


O espetáculo é uma das atrações internacionais da 29ª edição do Festival de Teatro do Agreste (Feteag) e foi apresentado na última quinta, em Caruaru. Neste sábado (19), será a vez de o público recifense poder assistir à performance da companhia mexicana Vaca35, às 19h, no Teatro Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro). Também será uma experiência nova para a equipe da Vaca35: esta é a primeira vez que a peça, criada em 2018, está sendo apresentada a uma plateia que não fala espanhol.

Damián está no Recife há quase 20 dias, com uma intensa agenda de atividades. Foi ele quem abriu a programação do Feteag, no dia 9, com uma residência artística realizada na escola de artes cênicas da Companhia Fiandeiros, no Recife, comemorando os 15 anos de existência do grupo e uma década de funcionamento do espaço, na Boa Vista.

As atividades envolveram dez profissionais do teatro, sendo dois da própria Fiandeiros e dez membros do Coletivo Resta 1. Realizada através de uma dinâmica aberta, centrada no processo e não em possíveis resultados pré-determinados, a experiência foi finalizada com uma intervenção na rua da Matriz, no coração do Recife.

"Não é a primeira vez que venho ao Brasil, e também não é a primeira experiência de residência aqui. Mas é o primeiro contato mais profundo com o contexto teatral do Recife e da região. É uma oportunidade de conhecer pessoas locais, com problemas e desejos locais", analisa Damián, que enxerga diferenças e semelhanças entre o México e o Brasil. "Para mim, esse tipo de laboratório é importante pela vitalidade dos encontros. Não tanto pela perspectiva de produzir algo, mas pelo sentimento do que pode vir a ser feito", afirma.

Diretor Damián Cervantes realizou uma semana residência teatral no Recife

Diretor Damián Cervantes realizou uma semana residência teatral no Recife - Crédito: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Damián partilhou com os atores recifenses um pouco de sua experiência frente à Vaca35, companhia formada por jovens diretores e atores que busca novas formas de narrar histórias. A Vaca35 se define como "um grupo independente que acredita no diálogo direto com o espectador, criando espetáculos cênicos que dialogam com seu entorno e que propõem uma forma de pensamento e de reflexão sobre a cena, o ator e a vida".

Eles já se apresentaram no Recife, no ano passado, sendo o grande destaque do Câmbio Festival Internacional de Teatro de Pernambuco por meio de uma peça encenada na comunidade do Pilar, no Bairro do Recife. Com "Josefina La Gallina", a ideia é mostrar como "migrar até o outro lado, ainda que as galinhas não possam voar", e aprofundar a discussão sobre o amor e a solidão.

 Serviço
"Josefina La Gallina puso un huevo en la cocina",
da companhia Vaca35
Teatro Marco Camarotti - Sesc Santo Amaro - Praça do Campo Santo, 101
Sábado, 19 de outubro de 2019, às 19h
Classificação indicativa 14 anos

 

Veja também

Vladimir Brichta recebe diagnóstico positivo para Covid-19
Famosos

Vladimir Brichta recebe diagnóstico positivo para Covid-19

O Auto da Compadecida celebra 20 anos com exibição online
Audiovisual

O Auto da Compadecida celebra 20 anos com exibição online