'Minha Mãe é uma Peça 3': espanto de Dona Hermínia com casamento e gravidez

'Minha Mãe é uma Peça 3' estreia no próximo dia 26 de dezembro nos cinemas

'Minha Mãe é uma Peça 3' estreia em dezembro nos cinemas'Minha Mãe é uma Peça 3' estreia em dezembro nos cinemas - Foto: Reprodução/Instagram

Sucesso de bilheteria desde a primeira versão, lançada em 2013, o filme "Minha Mãe é uma Peça 3" já tem data para estrear: será no dia 26 de dezembro, dia seguinte ao Natal. Com Paulo Gustavo, 40, no papel principal, o filme acaba de ganhar o primeiro teaser.

Nas cenas - que podem ser vistas em https://bit.ly/2kPzCxi -, Dona Hermínia (Paulo Gustavo) está no hospital e recebe duas notícias bombásticas. A primeira vem do filho Juliano (Rodrigo Pandolfo). O jovem vai se casar com o namorado. A segunda notícia aparece logo depois. Ao chegar no quarto de onde a mãe está internada, a filha  Marcelina (Mariana Xavier) revela que está grávida de um homem que a mãe não  conhece. Os dois sustos serão o pontapé inicial para a história se desenrolar.

Leia também:
Portaria com indicação de filme brasileiro ao Oscar 2020 é publicada
Caso Richthofen: filmes com pontos de vista de Suzane e de Daniel Cravinhos


O filme, porém, vem sustentando uma polêmica por conta da decisão de Gustavo de não exibir um possível beijo gay entre os personagens de Pandolfo e do ator que faz seu marido. Apesar de ambos fazerem juras de amor no altar, a cena do beijo não vai ser mostrada.

Homossexual, casado e pai de dois meninos gêmeos, Paulo Gustavo disse que entende os questionamentos e que, embora não seja militante, é um ser político. "Precisamos, sim, enfrentar e combater essa era raivosa e preconceituosa. Eu entendo esses questionamentos, acho legítimo e importante. Mas eu acho que estão mirando no alvo errado. Não sou ativista, militante, mas sou um ser político. Minha bandeira é minha vida", escreveu ele no Instagram.

Em entrevista ao UOL, Pandolfo disse que, inicialmente, também achou estranho não ter beijo gay, mas que depois entendeu os motivos de Paulo Gustavo. "O Paulo optou por não ter o beijo. Entendi depois. Antes, cheguei e questionei: 'Por que não vai ter?'. Ele falou: 'Olha, a gente está fazendo um filme popular. A gente sabe que o Brasil tem questões [relacionadas ao beijo gay] ainda, infelizmente. O Juliano já vai se casar'. Ele não sentiu a necessidade de colocar o beijo e expor publicamente", explicou o ator.

Veja também

Estado de saúde da cantora Vanusa é grave, diz filho
Música

Estado de saúde da cantora Vanusa é grave, diz filho

O Diabo de Cada Dia, de Antônio Campos
cinema

O Diabo de Cada Dia, de Antônio Campos