Mitos e verdades na nova adaptação de ‘Drácula’ da Netflix

Série de três episódios faz uma releitura do clássico de Bram Stoker

Ator Claes Bang interpreta Drácula em série da NetflixAtor Claes Bang interpreta Drácula em série da Netflix - Foto: Divulgação/Netflix

Neste mês de janeiro a Netflix lançou sua versão do vampiro mais antigo do gênero de terror: Drácula. A série de três episódios é protagonizada por Claes Bang e desenvolvida por Mark Gatiss e Steven Moffat. A dupla de showrunners é conhecida pelo sucesso da série britânica “Sherlock”, onde Benedict Cumberbatch interpreta o notório investigador.

Baseada no romance de Bram Stoker, a nova série sobre o Drácula é uma parceria da Netflix com a BBC One e acompanha a sede por sangue do vilão desde 1897 até os dias atuais. Mas sabe o que Drácula e Sherlock têm em comum? Ambos são personagens tão recorrentes na cultura pop que ao longo dos anos foram surgindo diversas adaptações com características distintas dos protagonistas. No caso do vampirão mais famoso do mundo, cada série, filme ou livro usaram ou excluíram elementos conforme fosse interessante para o roteiro.

Leia também:
Série ‘Spin Out’ apresenta bipolaridade em atletas de patinação artística
‘Anne With An E’ se despede com personagens maduros e trama sensível

Sol, alho, cruz e até plantas como a Verbena já foram usadas nas histórias para proteger o pescoço humano da raça vampiresca. A coluna desta sexta-feira (17) traz os mitos e verdades de acordo com a produção do streaming. Mas atenção: spoilers à frente!

O QUE MATA E O QUE AFASTA

Muitas particularidades vão sendo inventadas nas histórias quando o assunto é matar vampiros. A mais popular delas é que cravar uma estaca de madeira no coração do Drácula é fatal. Isso permanece na produção da Netflix, mas a morte não conta se o próprio monstro tentar tirar sua “vida”, pois ele reviverá sem maiores dificuldades. Já a luz do sol é uma das coisas que o vilão mais tem medo, já que ele acredita que pode morrer quando entrar em contato com o calor.

Objetos tidos como sagrados também incomodam Drácula. O mais comum é o crucifixo (não importa o material fabricante, contanto que o símbolo esteja presente), mas a bíblia e até aquele pão sacramental podem ser úteis.

O espelho é outro elemento resgatado pelos criadores Gatiss e Moffat. Refletir a própria imagem não é algo interessante para os vampiros, mas o motivo você só descobre quando assistir.

PODERES

A super-velocidade do Drácula também é uma constante na cultura pop. Embora na série da Netflix isso seja pouco trabalhado, também é um fato por lá. Também é capaz de transformar humanos em vampiros, mas nos três episódios do streaming existe um tom de experimento, quase como se ele não soubesse como controlar o resultado final.

Drácula pode entrar na pele de animais e humanos, literalmente. O dom é bem útil quando o objetivo é espionar e conseguir informações. Lembra que ele tem aversão ao sol? Não seja por isso, o nevoeiro também pode ser manipulado pelo vampiro, fazendo com que os raios solares não apareçam durante o dia.

OUTRAS CARACTERÍSTICAS

Não se prenda aos caixões tradicionais, Drácula pode dormir em qualquer caixa que o interior esteja totalmente escuro. A única regra para essa característica é que dentro do refúgio contenha terra da Transilvânia, sua cidade natal. Além disso, o vilão não consegue entrar em residências e estabelecimentos sem ser convidado, o convite pode partir do proprietário ou de qualquer um que esteja no recinto.

QUEM É VAN HELSIN?

É claro que um dos monstros mais famosos teria um adversário capaz de destruí-lo ou pelo menos tentar. Desde quando apareceu pela primeira vez na literatura, Drácula é acompanhado por Abraham Van Helsing, um professor de antropologia e caçador de monstros que conhece quase todas as fraquezas do vampiro mencionadas aqui.

O nome Van Helsing ganhou diversas adaptações ao longo dos anos, independente de gênero ou da linhagem da família de Abraham. Na série da Netflix, a identidade de Van Helsing é uma das surpresas do primeiro episódio, que prefiro não revelar aqui para não acabar com a experiência de quem ainda não assistiu.

Assista ao trailer:



*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele já maratonou mais de 300 produções, totalizando aproximadamente 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Thaynara OG termina com sertanejo Gustavo Mioto: 'Melhor cada um seguir seu caminho'
famosos

Thaynara OG termina com sertanejo Gustavo Mioto: 'Melhor cada um seguir seu caminho'

Almério e Martins realizam show em formato drive in neste sábado (15/08)
Música

Almério e Martins realizam show em formato drive in neste sábado (15/08)