Moacyr Franco faz show para celebrar 60 anos de carreira

Cantor, ator e comediante sobe ao palco do Teatro RioMar neste sábado, às 21h. Moacyr Franco apresentará músicas importantes e compartilhará histórias

Cantor, ator e humorista Moacyr FrancoCantor, ator e humorista Moacyr Franco - Foto: Divulgação

A trajetória de Moacyr Franco supera fronteiras. Reconhecido como cantor, ator, humorista, apresentador e autor, Moacyr traz ao Recife o espetáculo feito para celebrar essa diversidade e os 60 anos de carreira. 

"Eu nem sabia disso", brinca Moacyr. "Me preocupo com o hoje. O dia de hoje. Se você fica pensando nessas coisas... Uso bastante minha experiência para errar menos, para aconselhar meus filhos e netos", ressalta. A apresentação será no Teatro RioMar, neste sábado (7), às 21h. 

Leia também:
#Cazuza60anos - Relembre a história e as músicas do poeta do rock nacional
Veja as atrações do Ouvindo e Fazendo Música de abril
Disco 'Nordestinação' dá espaço à cantoria

O espetáculo terá músicas e histórias - canções que embalaram gerações e depoimentos de Moacyr sobre sua vida e obra. "As pessoas querem abraçar o passado delas que está em mim. Então me preocupo em fazer algo para o pessoal se divertir", explica Moacyr. 

"Me preocupo em ser novo. Não gosto de ficar remoendo coisas antigas. Sempre quis tentar fazer o que está na vez. Por isso fiz música de Carnaval, rock. Agora estou fazendo uma música meio peruana, meio boliviana: 'República Federativa do Bandido'. Sempre tentei me atualizar", revela o cantor. 

"Quando comecei a cantar, era crooner de uma orquestra. Tinha que cantar coisas bem diversas, como bolero, foxtrote. Então ao mesmo tempo em que ouvia Frank Sinatra, também ouvia Tonico e Tinoco. Acho que antigamente as pessoas eram mais livres, não eram tão amarradas a essa coisa da hora. Tive essa felicidade e isso me orienta um pouco na hora de fazer meu repertório", detalha Moacyr, que cantará, entre outros sucessos, "Doce amargura", "Coração sem juízo", "Querida", "Milagre da flecha" e "Balada das mãos". 

Humor

Sobre o atual momento do humor brasileiro, Moacyr, que já trabalhou ao lado de Chico Anysio e também no programa cômico "A praça é nossa", ressalta a liberdade de criação. 

"Acho que nunca o pessoal foi tão livre para trabalhar. Isso é uma beleza", opina. "Sou do tempo que tinha que mandar o texto para a censura e dependia do gosto do sargento. Então a geração atual está muito livre, não tem do que reclamar. É um pessoal de muito talento que está vindo aí", ressalta. 

O destaque em diferentes formas de expressão tornou Moacyr vais versátil e modesto. "Acho que a gente tem que ter humildade em qualquer profissão", ressalta. 

"Você vai fazer um trabalho de atuação, então tem que se espelhar em alguém, prestar atenção em quem você acha que é brilhante. Se estou fazendo música, então tenho que pensar como posso fazer para essa música emocionar. Não acho que eu seja virtuoso em nenhuma das funções que exerço. Faço o arroz com feijão", brinca. 

Serviço:
Show dos 60 anos de carreira de Moacyr Franco 
Neste sábado (7), às 21h
Teatro RioMar (Av. República do Líbano, 251, 4º piso, Pina)
Classificação etária: 16 anos
Ingressos: R$ 150 e R$ 75 (meia-entrada)
Informações: (81) 4003-1212

Veja também

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa
disputa musical

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa

Com A Fazenda, Record fica à frente da Globo pela terceira vez em uma semana
televisão

Com A Fazenda, Record fica à frente da Globo pela terceira vez em uma semana