Cultura+

Morre, aos 82 anos, o cantor francês Pierre Barouh

Artista ficou reconhecido, entre muitos trabalhos, por divulgar a música brasileira na Europa

Prefeito do Recife foi anfitrião do evento e reforçou a escuta popular para a formação de um governo mais democráticoPrefeito do Recife foi anfitrião do evento e reforçou a escuta popular para a formação de um governo mais democrático - Foto: Andréa Rêgo Barros/ PCR

O ator e compositor francês Pierre Barouh, de 82 anos, morreu nessa quarta-feira (28), após sofrer um ataque cardíaco, na França. A informação foi confirmadas por sua mulher, Atsuko Ushioda.

Entre seus trabalhos, está a trilha sonora do filme "Um homem e uma mulher", que recebeu a Palma de Ouro de Cannes, em 1966, e o Oscar de roteiro original em 1967. Barouh ficou conhecido também por levar a música brasileira à Europa e ao criar o selo "saravah". Ele ainda esteve à frente de um documentário, que foi lançado em 1969 em parceria com Baden Powell, que reuniu depoimentos de Paulinho da Viola e Maria Bethânia.

O trabalho rendeu ainda uma gravação da canção "Samba Saravah", uma versão francesa de "Samba da Benção", de Vinícius de Moraes, ao lado de Baden Powell.

Veja também

Live de Zeca Pagodinho com Ben Jor, Alcione e Gilberto Gil teve bebedeira e improvisos
solidariedade

Live de Zeca Pagodinho com Ben Jor, Alcione e Gilberto Gil teve bebedeira e improvisos

Casa do filme "Esqueceram de Mim" está à venda por R$ 27 milhões; veja fotos
CINEMA

Casa do filme "Esqueceram de Mim" está à venda por R$ 27 milhões; veja fotos

Newsletter