Morre, aos 96 anos, americana que inspirou personagem feminista

Naomi Parker Fraley, inspiração para a personagem Rosie the Riveter (Rosie, a rebitadeira), morreu no sábado (20).

"Nós Podemos Fazer Isso!" diz o cartaz"Nós Podemos Fazer Isso!" diz o cartaz - Foto: Divulgação

A americana Naomi Parker Fraley, identificada por pesquisadores como sendo a inspiração para a personagem Rosie the Riveter (Rosie, a rebitadeira), morreu no último sábado (20), em Longview, no Estado americano de Washington, aos 96 anos. A informação é do "New York Times".

Rosie virou ícone das mulheres trabalhadoras durante a Segunda Guerra Mundial e estampou o famoso cartaz com os dizeres "We Can Do It!", de J. Howard Miller. Hoje, ela é considerada um ícone do empoderamento feminino.

Leia também:
Centenas marcham em Hollywood por campanha #MeToo contra abuso sexual
Marcha Mundial das Mulheres promove evento no Sindicato dos Bancários


Ao longo do tempo, diversas mulheres foram identificadas como possíveis modelos para Rosie, mas um pesquisador da Universidade de Seton Hall identificou Fraley como sendo a verdadeira.

James J. Kingle publicou sua descoberta no jornal "Rhetoric & Public Affairs", afirmando que uma fotografia de Fraley havia sido a base para o conhecido pôster. Fraley nasceu em Tulsa, no Estado americano de Oklahoma. Depois do ataque japonês a Pearl Harbor, ela passou a trabalhar na base naval de Alameda, na Califórnia, entre as mulheres pioneiras no trabalho de guerra.

Veja também

Virtuosismo é uma das características de Robertinho apontadas por colegas de renome
Série documental

Virtuosismo é uma das características de Robertinho apontadas por colegas de renome

Com protagonista pernambucana, 'Alice Júnior' mostra os desafios de uma adolescente trans
ANNE MOTA

Com protagonista pernambucana, 'Alice Júnior' mostra os desafios de uma adolescente trans