Morre cantor britânico George Michael

Artista faleceu "pacificamente" em sua casa, na cidade de Goring, na Inglaterra

O novo espaço será inaugurado às 8h30, em evento no bairro de Maranguape I.O novo espaço será inaugurado às 8h30, em evento no bairro de Maranguape I. - Foto: Divulgação

Autor da canção "Last Christmas", que nesta época do ano toca em todos os cantos do planeta, o cantor pop britânico George Michael morreu aos 53 anos na região de Londres por causas ainda desconhecidas.

"Com grande tristeza podemos confirmar que nosso amado filho, irmão e amigo George morreu em paz em sua casa durante o Natal", anunciou no domingo à noite seu assessor de imprensa em um comunicado.

"A família solicita que se respeite sua privacidade neste momento difícil e emotivo. Não haverá mais comentários no momento", acrescentou.

A polícia confirmou que uma ambulância compareceu a uma propriedade em Goring, no condado de Oxfordshire, às 13h42 GMT (11h42 horário de Brasília), sem indicar circunstâncias suspeitas.

De acordo com a revista Billboard, que cita o agente do cantor, Michael Lippman, o astro pop foi vítima de um ataque cardíaco.

A morte de Michael culmina um "annus horribilis" para a música pop, após as mortes de David Bowie, Leonard Cohen e Prince.

Michael pretendia lançar em 2017 um documentário sobre seus últimos anos, vividos longe dos holofotes.

Seu colega britânico Elton John, com quem gravou uma versão ao vivo de "Don't Let the Sun Go Down on Me" postou uma fotografia de Michael no Instagram.

2016 leva mais um gigante

"Adeus meu Amigo! Outro Grande Artista nos deixa. 2016 pode se f*** e ir embora?", escreveu Madonna no Instagram, onde também publicou um vídeo em que aparece entregando um prêmio a Michael.

Elton John publicou uma foto ao lado do cantor e escreveu: "Estou em grande choque. Perdi um amigo querido, gentil, a alma mais generosa e um artista brilhante".

"Oh Deus, não... Te amo George... Descanse em paz", escreveu o cantor pop Robbie Williams.

"Não, não George Michael também. Outro grande músico nos deixa neste ano. 2016 pode ir para o inferno", escreveu o ex-jogador de futebol britânico Gary Lineker, o mais popular da geração de Michael.

O cantor havia superado uma pneumonia no fim de 2011 e nos últimos anos permaneceu afastado das atenções do público.

Ao longo de sua vida, George Michael protagonizou vários incidentes vinculados ao consumo de drogas.

O cantor de "Careless Whisper" passou quatro semanas preso em 2010 por bater com sua Range Rover em uma loja do norte de Londres depois de ter fumado maconha.

Três anos antes foi encontrado inconsciente em sua Mercedes Benz e admitiu ter consumido drogas, mas escapou da pena de prisão depois de aceitar cumprir 100 horas de trabalhos sociais.

Georgios Kyriacos Panayiotou nasceu no bairro londrino de East Finchley em 25 de junho de 1963, filho de um cipriota grego que havia emigrado nos anos 1950 ao Reino Unido, quando o Chipre era território britânico.

Um dos rostos da New Wave

Quando era adolescente, sua família se mudou para Radlett, no condado de Hertfordshire, perto de Londres, onde conheceu Andrew Ridgeley, com quem formou o grupo Wham, uma das bandas mais populares dos anos 1980.

A dupla se transformou em um dos máximos exponentes do estilo daquela década, cultivadores da estética ordenada e ambígua da New Wave britânica, com grupos como Duran Duran e Spandau Ballet.

O duo lançou quatro discos entre 1982 e 1986: Fantastic, Make It Big, The Final e Music from the Edge of Heaven.

Como artista solo, George Michael liderou reiteradas vezes a lista dos principais álbuns e entre os mais de 100 milhões de discos vendidos estão os 20 milhões de seu grande sucesso, o álbum "Faith", de 1987, o primeiro que lançou após o fim do Wham.

Veja também

Pocah passa mal depois de beber e precisa de atendimento médico
BBB 21

Pocah passa mal depois de beber e precisa de atendimento médico

Indicados ao Oscar acreditam que Hollywood está em momento decisivo sobre a deficiência
Cinema

Indicados ao Oscar acreditam que Hollywood está em momento decisivo sobre a deficiência