A-A+

Luto

Morre escritor pernambucano Edvaldo Arlégo

Edvaldo ArlégoEdvaldo Arlégo - Foto: Reprodução

O cenário literário pernambucano se entristeceu neste domingo (25), pela partida do escritor Edvaldo Arlégo Marque da Silva aos 80 anos. A notícia foi confirmada pela família via redes sociais. O também historiador estava internado na Unidade de Terapia Intensiva - UTI. A causa da morte não foi revelada. 

Com mais de 100 livros publicados, Edvaldo recebeu diversos prêmios, medalhas, homenagens e foi um grande fomentador da cultura e escrita pernambucana. Em seus anos lecionando, entrou para a história de muitas gerações de leitores.

O professor também fundou as Edições Edificantes do Recife em 1980, publicando especialmente autores pernambucanos e livros que retratassem a história da capital, além dos livros de ficção e não ficção. Em 1996, foi responsável por montar a Academia Recifense de Letras, onde se tornou o primeiro presidente e, mais tarde, aclamado como presidente de honra.

"Lamentamos sua partida, ao mesmo tempo em que reconhecemos o quanto sua vida e seu trabalho contribuíram para o registro histórico e a formação de leitores em nosso Estado", externou a escritora Érica Montenegro.

"Meu bom dia não está tão feliz como de costume, mas também não está amargurado. Está saudoso. Um tanto triste. Assim como foi o meu boa noite de ontem, Dia do Escritor e da Escritora, ao receber a notícia da partida do meu tio Edvaldo Arlégo deste plano. Que dia mais simbólico para partir!!", escreveu Taciana Albuquerque, sobrinha de Arlégo.

Edvaldo Arlégo deixa filhos e netos. Informações sobre o sepultamento ainda não foram divulgadas. 

Veja também

Demonização de Cosme e Damião por evangélicos dá corda para intolerância religiosa
Religião

Demonização de Cosme e Damião por evangélicos dá corda para intolerância religiosa

Nego do Borel é expulso de A Fazenda 13
FAMOSOS

Nego do Borel é expulso de A Fazenda 13