Morre o diretor japonês Isao Takahata, do Studio Ghibli

Reconhecido por 'Túmulo dos Vagalumes' (1988) e 'O Conto da Princesa Kaguya' (2013), cineasta morreu aos 82 anos na última quinta-feira (5)

Diretor japonês Isao Takahata Diretor japonês Isao Takahata  - Foto: JIJI PRESS / AFP

O diretor de animação japonês Isao Takahata, que ficou conhecido pelo filme "Túmulo dos Vaga-lumes", morreu aos 82 anos, anunciou seu estúdio nesta sexta-feira.

"[Sua morte] é certa, mas não podemos comentar nada mais, já que estamos tentando confirmar algumas precisões sobre este tema", disse à AFP uma porta-voz do estúdio Ghibli, depois de que a imprensa japonesa informou sobre a morte do diretor.

Leia também:
Morreu o cantor francês Jacques Higelin
Estrela de Bollywood morreu afogada em uma banheira

Segundo a rede NHK, que citou fontes próximas ao diretor - sem citar nomes- Takahta morreu em um hospital de Tóquio.

Diretor comprometido, Takahata fundou em 1985 o estúdio japonês de animação Ghibli com seu discípulo, parceiro e em algumas ocasiões rival, Hayao Miyazaki.

Takahata tornou-se conhecido pelo filme "Túmulo dos Vaga-lumes", de 1988, uma comovente história de dois órfãos durante a guerra, que muitos consideram seu melhor trabalho.

Mais recentemente, fez a animação de "O Conto da Princesa Kaguya", releitura de um clássico do repertório japonês que lhe valeu uma indicação em 2015 à categoria de Melhor Filme de animação no Oscar.

Takahata também participou do ativismo político, assinando com outras 250 personalidades do cinema uma petição contra uma controvertida lei sobre segredos de Estado em 2013.

Veja também

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa
disputa musical

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa

Com A Fazenda, Record fica à frente da Globo pela terceira vez em uma semana
televisão

Com A Fazenda, Record fica à frente da Globo pela terceira vez em uma semana