Luto

Morre, aos 73 anos, o rabequeiro de Aliança, Mestre Luiz Paixão

Representante da Cultura Popular pernambucana, Luiz Paixão era de Aliança, Mata Norte do Estado

Mestre Luiz PaixãoMestre Luiz Paixão - Foto: Reprodução/Instagram

A Cultura Popular perdeu neste sábado (21), o Mestre Luiz Paixão, 73, rabequeiro de Aliança, Mata Norte do Estado. Com câncer de próstata, ele estava internado desde o último mês de abril para tratar da doença.

O velório de Paixão será em Condado, cidade onde ele morava, também na Mata Norte. Já o enterro será no distrito de Tupaoca onde ele nasceu, em Aliança.

Dedicado por mais de seis décadas ao instrumento da rabeca, Luiz Paixão também deixou legado como brincante do Cavalo Marinho. 

 

Em sua discografia, Mestre Luiz Paixão deixa marcada sua participação em trabalhos como "Mestre Ambrósio" (1996), "Aboiando a Vaca Mecânica" (Lula Queiroga, 2002), "Lia de Itamaracá" (2008), "Cláudio Rabeca" (2009) e mais recentemente pelo Selo Sec, o disco virtual "Forró da Rabeca". 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Luiz Paixao (@mestreluizpaixao)


Pelo reconhecimento do trabalho expressivo na Cultura Popular, Mestre Luiz Paixão foi premiado nacionalmente com o Prêmio Funarte - Interações Estéticas, nos anos de 2009, 2010 e 2012. Também levou o Prêmio Mestre Griô - Ministério da Cultura (2009) e do Projeto Pixinguinha - Funarte (2008), além do Mapeamento Rumos do Itaú Cultural (2008).

 

 

Veja também

Amazon anuncia 7ª edição do Prêmio Kindle de Literatura
Livros

Amazon anuncia 7ª edição do Prêmio Kindle de Literatura

Seminário na Fundaj aborda o bicentenário da Independência do Brasil
Evento

Seminário na Fundaj aborda o bicentenário da Independência do Brasil