Morre Toni Morrison, primeira negra a ganhar o Prêmio Nobel, aos 88

Ela ficou conhecida por obras que descrevem os obstáculos políticos e sociais enfrentados pela comunidade negra ao longo da história americana

Escritora Toni MorrisonEscritora Toni Morrison - Foto: Francois Guillot / AFP

A escritora Toni Morrison, vencedora do Nobel de Literatura de 1993, morreu na noite de segunda-feira (5), aos 88 anos. Ela foi a primeira mulher negra a ganhar o prêmio.

A informação foi confirmada pela sua editora, em uma publicação no Twitter. "Sua narrativa e sua prosa hipnotizante deixaram uma inegável marca em nossa cultura", escreveu.

Nascida no estado de Ohio, ela ficou conhecida por obras que descrevem os obstáculos políticos e sociais enfrentados pela comunidade negra ao longo da história americana.

Leia também:
Escritora portuguesa (re)descobre o Nordeste e o Brasil por meio da literatura
Site de literatura Angústia Criadora completa oito anos
 

Em "O Olho Mais Azul", seu romance de estreia publicado em 1970 nos EUA, Morrison conta a história de uma moça negra que sonhava em ser loira e de olhos azuis como a atriz Shirley Temple.

Com sua ficção sobre as conflituosas relações de negros e brancos no país, ganhou o apelido de Pantera Negra, em analogia ao grupo que inseriu com força o debate das questões raciais na sociedade americana. Ela também escreveu livros como "Amada" e Canção de Salomão". 

Veja também

Violência, censura e fake news dominam filmes na reestreia do 'É Tudo Verdade'
CINEMA

Violência, censura e fake news dominam filmes na reestreia do 'É Tudo Verdade'

Advogado de Rose Miriam afirma que novo documento é prova definitiva de união dela com Gugu
JUSTIÇA

Advogado de Rose Miriam afirma que novo documento é prova definitiva de união dela com Gugu