Mostra Canavial percorre oito municípios da Zona da Mata

Evento percorre oito municípios da Zona da Mata a partir desta terça-feira (10) até o final deste mê

Carlos GueirosCarlos Gueiros - Foto: Câmara Municipal do Recife/ Divulgação

A sexta edição da Mostra Canavial de Cinema, que começa amanhã e segue até o dia 29 deste mês, vem com o tema “Cinema e guerrilha”. O evento ocorre em oito cidades da Zona da Mata Norte: Condado, Goiana, Tracunhaém, Lagoa do Carro, Nazaré da Mata, Vicência, Aliança e São Vicente, com 10 curtas-metragens. “É um evento que já faz parte do calendário cultural e afetivo da região”, diz Caio Dornelas, idealizador do festival. “A relação com o público é de entendimento da programação proposta e do conceito de curadoria”, ressalta Caio.

A escolha do tema foi baseada na observação do período contemporâneo. “Chegamos nesse tema por dois caminhos”, explica Caio. “Primeiro, o que acontece ao nosso redor, vendo o que o Brasil vive hoje. Outro acesso a esse tema foi através do modo de produção, o cinema de guerrilha, feito sem financiamento ou política pública. Existe pela vontade e necessidade de fazer cinema. São equipes enxutas, que pensam em soluções criativas de produção. Buscamos esse conceito pela questão social, política e de produção cinematográfica”, sugere o idealizador.

Entre os filmes, os destaques são “O delírio é a redenção dos aflitos”, de Fellipe Fernandes, premiado no Festival de Brasília e selecionado para a Semana da Crítica de Cannes, e “Mata Norte”, de Tuca Siqueira. “A curadoria é feita por convite. Escolhemos o tema que norteia a curadoria. O convidado deste ano foi Fabrício Cordeiro, editor da revista Janela.Art, de Goiás. Ele apresentou alguns filmes, trocamos ideias e chegamos a esse formato”, explica Dornelas.

“‘Mata Norte’ trata do contexto contemporâneo do município de Goiana, a relação entre resistência e identidade cultural, forças distintas no mesmo ambiente. ‘Delírio...’ é outra forma de resistência, uma situação mais individual, uma mãe que está na batalha, lutando contra adversidades. O tema em si adere vários sentidos de guerrilha, do coletivo ao individual. São dez curtas, cada um se liga ao tema de forma sutil e diferente”, comenta.

Formação

Um aspecto importante da mostra é o interesse pela formação. “A gente tem um momento de formação, através das oficinas de introdução à linguagem cinematográfica, fotografia, formatação de projetos. São oficinas de iniciação, para quem está começando e tem algum interesse em conhecer esse universo. Tem um outro momento, um encontro que vai acontecer nos dias 14 e 15, em Goiana. Vamos reunir uma quantidade relevante de profissionais do cinema. É um encontro de onde saem projetos, cria-se uma sinergia com o DNA do cinema local”, detalha.

“Estimulamos também o cineclubismo”, diz Caio. “É um trabalho que tem que ser contínuo, porque alimenta a região. Queremos estimular esses movimentos nas cidades. Por exemplo, se já existe um cineclube em iminência, trocamos ideias e, dessa forma, estimulamos para que a atividade se perpetue durante todo o ano”, ressalta.

Filmes


"Rapsódia para o homem negro" (MG, 2015), de Gabriel Martins
"Rap, o canto da Ceilândia" (DF, 2005), de Adirley Queirós
"Couro de gato" (RJ, 1960), de Joaquim Pedro de Andrade
"Do portão pra fora" (SP, 2016), de Letícia Bina
"Command action" (SP, 2015), de João Paulo Miranda Maria
"Estado itinerante" (MG, 2016), Ana Carolina Soares
"O delírio é a redenção dos aflitos" (PE, 2016), de Felipe Fernandes
"Entretempos" (CE, 2015), de Frederico Benevides e Yuri Firmeza
"Mata Norte" (PE, 2015), de Tuca Siqueira
"Na missão, com Kadu" (MG/PE, 2016), de Aiano Bemfica, Kadu Freitas e Pedro Maia de Brito

Programação


Condado - 10 e 11 de janeiro, às 19h
Local: Avenida Olegário Fonseca S/N

Goiana - 12 e 13 de janeiro, às 19h
Local: Praça de Atapuz

Tracunhaém - 17 e 18 de janeiro, às 19h
Local: Praça Costa Azevedo

Lagoa do Carro - 19 e 20 de janeiro, às 19h
Local: Praça Manoel Barbosa

Nazaré da Mata - 21 e 22 de janeiro, às 19h
Local: Assentamento Camarazal

Vicência - 24 e 25 de janeiro, às 19h
Local: Praça de trigueiros

Aliança - 26 e 27 de janeiro, às 19h
Local: Distrito de Upatininga

São Vicente Ferrer - 28 e 29 de janeiro, às 19h
Local: Praça Pedro Pereira Guedes

Veja também

Briga entre KondZilla e Brasil Paralelo escancara a guerra cultural sob Jair Bolsonaro
Cultura

Briga entre KondZilla e Brasil Paralelo escancara a guerra cultural sob Jair Bolsonaro

Pernambucano está na final do Got Talent Portugal
Internacional

Pernambucano está na final do Got Talent Portugal