Mostra cênica Transborda ocupa unidades do Sesc em Pernambuco

Sesc Santa Rita e Ler São Lourenço da Mata recebem apresentações artísticas, palestras, debates e oficinas, a partir desta terça-feira

"Jogo da Guerra", do ERRO Grupo, integra a programação "Jogo da Guerra", do ERRO Grupo, integra a programação  - Foto: Mariana Rotili/Divulgação

A terceira edição do Transborda - As Linguagens da Cena chega às unidades do Sesc Santa Rita e Ler São Lourenço da Mata, a partir desta terça-feira (17). A mostra cênica promove apresentações artísticas, exposições, intervenções urbanas, debates, palestras e oficinas em diferentes espaços da Região Metropolitana do Recife.

No caso do Sesc Santa Rita, o Transborda Usina Teatral gira em torno do tema "O teatro e a cidade: a (des)construção dos espaços cênicos/urbanos na cena contemporânea". A extensa programação segue até este sábado (21) e ocupa lugares como Teatro Marco Camarotti, Espaço Fiandeiros e Museu de Arte Moderna Aluísio Magalhães (Mamam).

 Entre os destaques está a participação do ator e diretor mineiro Amir Haddad, um dos grandes ícones do teatro brasileiros. Ele apresenta a conferência "Teatro e rua: apontamentos de uma origem comum", no sábado, às 17h, com mediação do pernambucano Rodrigo Dourado, no Mamam.

Leia também:
Festival Macuca das Artes divulga programação completa
Animage divulga curtas selecionados para mostra competitiva


O Magiluth participa da mostra com o espetáculo "Apenas o fim do mundo", que ganha duas sessões no Mamam, nesta terça-feira (17), às 17h e 20h. Dirigida por Giovana Soar e Luiz Fernando Marques, a montagem é uma adaptação da obra do dramaturgo francês Jean-Luc Lagarce.

Magiluth celebra seus 15 anos

Magiluth celebra seus 15 anos - Crédito: Julya Caminha/Folha de Pernambuco



Já o coletivo catarinense ERRO Grupo apresenta a performance "Jogo da Guerra". São encenações que ocorre simultaneamente em três lugares diferentes, nesta quinta-feira (19), às 16h, na Rua da Imperatriz, no bairro da Boa Vista. Dando ao público o poder de modificar a dramaturgia, o trabalho nasceu de uma pesquisa sobre modos coletivos de tomada de decisões e posicionamento na esfera pública.

Já o Sesc Ler São Lourenço da Mata vai discutir o tema "Minha quadrilha grita o quê? Lugares de fala e representatividade nas narrativas juninas", com atividades até 6 de outubro. As apresentações e rodas de conversa contam com participações de várias quadrilhas juninas do Estado, como Tradição, Renascer, Mastruz com Leite e Zabumba. Nesta sexta-feira, a partir das 19h30, a unidade recebe o show "Transborde-se no brega", com Binno Batista, Michelle Melo e Banda Rossi.

"O Transborda nasceu com a proposta de agregar todas as unidades do Sesc em um único projeto de cultura e, a partir dos territórios que a instituição ocupa na Região Metropolitana do Recife, conseguir discutir as linguagens artísticas e as barreiras que elas encontram na contemporaneidade", explica o professor de teatro Jailton Júnior, produtor e curador do Transborda Usina Teatral.

Outras unidades

Iniciada no último dia 11, a versão do Transborda no Sesc Santo Amaro segue com programação. Hoje, às 19h30, o debate "Memória e afeto na narrativa oral e sua importância para o resgate da cultura ancestral" envolve Roma Júlia, Marileide e Wadja Fulni-Ô, com mediação de Átila Xukuru, no Teatro Marco Camarotti. O encerramento, no dia 28, fica por conta do Coletivo Tear, de Garanhuns, que encena "Luanda Ruanda - Contos africanos", às 16h. Entre outubro e novembro, a mostra deve ocupar também as unidades de Piedade e Casa Amarela.

Programação do dia

Sesc Santa Rita

8h - Oficina "Errar é urbano: derivas e alguns atos íntimos contra o embrutecimento", com Coletivo Teatro Dodecafônico (SP)
Espaço Fiandeiros

8h - Oficina "Observa-Ações: metodologias de pesquisa de campo para teatro, intervenção e performance de rua", com Pedro Bennaton (ERRO Grupo - SC)
Teatro Marco Camarotti

14h - Abertura: falas institucionais e exibição do documentário "Usina Teatral 2018"
Teatro Marco Camarotti

15h - Mesa de conversa "Espaços democráticos: a construção da concepção de uma cidade", com Tarciana Portella (PE), Ana Carla Fonseca Reis (SP), Célio Pontes (PE), e mediação de Emanuella de Jesus (PE)
Teatro Marco Camarotti.

17h e 20h - Espetáculo "Apenas o fim do mundo", do Magiluth (PE)
Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães

Sesc Ler São Lourenço


18h30 - Mostra de Casamentos Juninos, com Origem Nordestina, Renascer e Tradição

19h30 - Intervenção Junina, com a quadrilha Pérola

20h - Roda de conversa "Minha quadrilha grita o quê? Lugares de fala e representatividade nas narrativas juninas", com Alcione Aquino (Junina Evolução), Joselito Costa (Junina Tradição), Willams Santana (pesquisador das narrativas juninas) e mediação da pesquisadora Liana Queiroz

Sesc Santo Amaro

15h - Intervenção Xukuru
Creche Francisco do Amaral

19h30 - Roda de Conversa "Memória e Afeto na narrativa oral e sua importância para o resgate da cultura ancestral", com Roma Júlia, Marileide, Wadja Fulni-Ô, Mediação de Átila Xukuru
Teatro Marco Camarotti


 

Veja também

'King Kong en Asunción', do pernambucano Camilo Cavalcante, é o grande vencedor de Gramado
CINEMA

'King Kong en Asunción', do pernambucano Camilo Cavalcante, é o grande vencedor de Gramado

Gal Costa se supera e brilha em live com problemas técnicos e 'calorão'
Live

Gal Costa se supera e brilha em live com problemas técnicos e 'calorão'