Mostra de Cinema Japonês na Caixa Cultural exibe gratuitamente produções a partir desta quinta-feira

Distribuição de senhas na recepção começa uma hora antes de cada filme

Luciano Siqueira, do PCdoB, é vice-prefeito do RecifeLuciano Siqueira, do PCdoB, é vice-prefeito do Recife - Foto: Folha de Pernambuco

 

É curioso pensar que mesmo com o radical processo de abertura e diálogo cultural gerado por causa da era digital ainda há graves lacunas. No cinema, filmes de países distantes pela língua ou por tradições (podemos incluir, por exemplo, o cinema africano e asiático) ainda não encontram espaço no circuito comercial. Mesmo que o Japão continue sendo uma força relevante no campo cinematográfico, os lançamentos não chegam ao Brasil - apenas em mostras e eventos específicos. Uma boa oportunidade, então, para conhecer a produção recente do país é a Mostra de Cinema Japonês, que começa amanhã e segue até o sábado, na Caixa Cultural Recife, com entrada gratuita (com distribuição de senhas na recepção, uma hora antes de cada filme).

O evento, organizado pelo Consulado do Japão no Recife, pela Fundação Japão e pela Caixa Cultural Recife, é composto por cinco longas-metragens e uma animação, que serão projetados na Sala Multimídia da Caixa Cultural. Os filmes fazem parte da Mostra Itinerante de Cinema Japonês e foram reunidos a partir do tema “Convivendo com a Natureza”, destacando aspectos da vida no campo e do contato com a natureza. Entre as obras selecionadas, é possível destacar duas: o romance “Amor às Cegas”, de Masahide Ichii, que apresenta um romance que se passa no Japão contemporâneo, e uma animação (“O Jardim das Palavras”), de Makoto Shinkai, sobre uma amizade inusitada entre uma mulher de 27 anos e um garoto de 15, em um dia chuvoso.

Breve panorama

Completam a lista: “Wood Job” (2014), de Shinobu Yaguchi (amanhã, às 19h); “Um Adeus a Jinu” (2015), de Suzuki Matsuo (sexta-feira, às 16h); “Vamos Ver a Cachoeira” (2014), de Shuichi Okita (sexta-feira, às 18h20, e sábado, às 15h); “Escalando para a Primavera” (2014), de Daisuke Kimura (sábado, às 16h40). , e na sexta, às 20h; “Amor às Cegas” será projetado amanhã, às 16h, e no sábado, às 18h50. Reunidas em um festival, as obras oferecem um breve panorama do (ainda pouco conhecido) cinema feito no Japão.

 

Veja também

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto
Arte

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto

Zé Neto compartilha foto sem camisa e mostra perda de peso
famosos

Zé Neto compartilha foto sem camisa e mostra perda de peso