Mostra ocupa o Bar do Neno durante o mês de abril

Exposição coletiva no Bar do Neno será inaugurada nesta terça-feira (3) e reúne obras criadas por onze artistas sobre o peixe, símbolo da fertilidade e da força vital

Exposição coletiva no Bar do Neno Exposição coletiva no Bar do Neno  - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Símbolo de fertilidade e força vital para diversos povos desde a Antiguidade, o peixe também alimenta a alma, e é com base nisso que onze artistas independentes inauguram nesta terça-feira (3) uma exposição coletiva no Bar do Neno, no bairro do Parnamirim. 

Participam da mostra Adriano Cabral, Ana Blue, Bozó Bacamarte, Clovis Fazio, Feliciano dos Prazeres, Hercílio Santos, Jéssica Martins, Mané Tatu, Paulo Regis, Ronaldo Câmara e Vânia Coutinho. Além de estar presente nas telas e esculturas expostas até o fim deste mês de abril, Lula Sampaio (um dos sócios do Bar do Neno) organizou um cardápio especial com frutos do mar, fazendo referência à exposição.

Leia também:
Caixa Cultural Recife abre primeira exposição do ano
Galeria Janete Costa recebe exposição de Flora Assumpção
Exposição traz obras e objetos pessoais de Tarsila do Amaral ao Recife


"Os participantes da exposição são todos amigos. Cada um tem seu trabalho e faz suas exposições no Recife e fora da cidade, às vezes em galerias, e em outras, em locais alternativos. Se não tem espaço, a gente faz acontecer. O importante é mostrar nosso trabalho, muito embora a maioria dos artistas participantes também esteja exibindo suas obras em outros lugares, neste momento. Quanto à mostra em si, é um prazer estar nela. Não é nada burocrática, inclusive o Neno é um bar que a gente costuma frequentar, e os proprietários vão a nossas exposições", destaca Feliciano dos Prazeres, que é o coordenador executivo do evento.

As muitas faces do símbolo peixe, interpretadas segundo o imaginário de cada artista, estarão expressas em obras confeccionadas especialmente para a exposição. A maioria são telas, embora o cartunista e artista plástico Ronaldo Câmara tenha contribuído com duas esculturas feitas em resina e material reciclável. 

Estilo

O curador da mostra, Hercílio Santos, mostra em suas peças a influência da arte africana e pré-histórica; Vânia Coutinho, que geralmente pinta figuras humanas, tenta imprimir intensidade na expressão de suas criaturas (um marlim e um peixe-palhaço, "um brabo e um manso", como ela mesma define); Ana Blue, que recentemente participou da Cow Parede, dá uma pausa nas obras em 3D e apresenta duas telas "meio surreais, com grafismos"; Paulo Régis, artista que costuma explorar diversos suportes (indo da litografia às telas abstratas), traz suas coloridas "sinfonias marítimas". 

Serviço
Exposição Coletiva "Peixe no Bar"
Bar do Neno (Rua Padre Roma, 722, Parnamirim)
De 3 a 30 de abril
Informações: (81) 3441-4141

 

 

Veja também

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações
Streaming

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos
Celebridades

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos