A-A+

Movimento manguebeat é recontado em livro de José Teles

'Da Lama ao Caos: que som é esse que vem de Pernambuco' ganha lançamento digital nesta segunda-feira (29)

O livro, digital, foi lançado nesta segunda-feira (29)O livro, digital, foi lançado nesta segunda-feira (29) - Foto: Divulgação

O “peso” de Chico Science e da Nação Zumbi volta a ganhar evidência com o livro “Da Lama ao Caos: que som é esse que vem de Pernambuco”, do crítico musical e jornalista José Teles. Na obra, lançada nesta segunda-feira (29) em formato digital, a trajetória do disco considerado transformador da música brasileira, é recontada.

Músicos, produtores e fotógrafos integram o elenco de entrevistados do escritor, que assina o primeiro livro – da Edições Sesc São Paulo - que integra o projeto "Discos da Música Brasileira”, organizado pelo crítico musical Lauro Lisboa Garcia que ressalta o manguebeat como o último movimento de alcance nacional e internacional.

Leia também:
Taylor Swift virá ao Brasil em 2020 pela primeira vez para promover disco 
Três vezes poesia: lançamentos literários privilegiam o gênero no Recife
Com o tema ‘Recife-se’, Abril pro Livro 2019 celebra o dia Mundial do Livro


Teles, testemunha do nascimento do álbum (Da Lama ao Caos, 1994) e da cena manguebeat, relata no livro detalhes das ideias de Chico Science que estava “lucubrando novas sonoridades e gostaria de propagá-las”. O ritmo do qual o olindense se referia era exatamente o mangue, denominação definida por ele próprio.

“Caranguejos com cérebro”
Nos anos de 1980, desde o encontro com Gilmar “Bola Oito”, suas incursões em festas, a relação com o mangue e os vendedores de caranguejos, até a efervescência da Rua da Aurora – local em que os “caranguejos com cérebro” se encontravam para fazer música – integram a narrativa do livro.

A coleção Discos da Música Brasileira apresenta em cada volume a história e importância de discos que marcaram a música brasileira, seja pela estética, por questões sociais e políticas ou pela influência sobre o comportamento do público.

Sobre o autor
O escritor, crítico musical e jornalista José Teles – natural da Paraíba mas radicado no Recife - é autor de livros sobre o Quinteto Violado, Manezinho Araújo e Chico Science, além do antológico Do Frevo ao Manguebeat, ocasião em que traça um importante painel histórico da música popular pernambucana, desde Capiba, Luiz Gonzaga e Alceu Valença, desaguando no manifesto de Science.

Serviço
Da lama ao caos: que som é esse que vem de Pernambuco?, de José Teles

Edições Sesc São Paulo (2019 – Ebook) - Coleção Discos da Música Brasileira
R$ 15

Veja também

Exposição 'Tempo para Iroko' entra em cartaz na Fundaj de Casa Forte
Artes Visuais

Exposição 'Tempo para Iroko' entra em cartaz na Fundaj de Casa Forte

Felipe Bronze diz que Top Chef terá conflitos e prova mais difícil já feita
Reality

Felipe Bronze diz que Top Chef terá conflitos e prova mais difícil já feita