Cultura

Museu da Abolição recebe programação cultural no Mês da Consciência Negra

Projeto Jardim Sonante, com curadoria de Cannibal, é uma das atrações

Grupo O Canto dos OrixásGrupo O Canto dos Orixás - Foto: Divulgação

Em celebração ao Mês da Consciência Negra, o Museu da Abolição (Madalena) recebeu na tarde de hoje programação cultural com apresentações musicais e lançamento do livro “Arraial Novo de Canudos”, de Rodrigo Capibe.

A programação, gratuita, teve início às 14h. Participaram os grupos Canto dos Orixás, Coco das Estrelas, Coco Chapéu de Palha e Afoxé Oya Tokolê.

Após as apresentações, o escritor Rodrigo Capibe aproveitou a oportunidade para lançar seu mais novo livro, que discorre sobre popular lenda urbana que circulou no Recife dos anos 1970. Na época, havia o boato de que a barragem de Tapacurá havia estourado, gerando a ameaça de uma grande inundação que cobriria toda a cidade.

No domingo, o Museu recebe mais uma edição do projeto Jardim Sonante, com curadoria do músico Cannibal, baixista e vocalista das bandas Devotos e Café Preto. Nesta edição, a atração principal é a banda recifense Matalanamão. Todo último domingo do mês o festival traz nomes da nova cena rock pernambucana para atrações gratuitas. A programação tem início às 16h. O Museu da Abolição fica na Rua Benfica, 1150, Madalena.

Veja também

Karina Bacchi diz que ter posado nua é um dos maiores arrependimentos de sua vida
Celebridade

Karina Bacchi diz que ter posado nua é um dos maiores arrependimentos de sua vida

Roberto Carlos recupera na Justiça direito sobre obras produzidas de 1960 a 1990
Música

Roberto Carlos recupera na Justiça direito sobre obras produzidas de 1960 a 1990