A-A+

Museu da Cidade do Recife ganha catálogo do seu acervo

Livro tem 52 páginas e vem com um dvd anexo, trazendo cerca de 1.900 imagens

Capa do 'Catálogo do Acervo Cartográfico do MCR'Capa do 'Catálogo do Acervo Cartográfico do MCR' - Foto: Divulgação

O Museu da Cidade do Recife (MCR), no Forte das Cinco Pontas, reúne um dos acervos mais importantes - e menos conhecidos - de nossas imagens e artefatos. Nesta quinta-feira (30), com o lançamento do "Catálogo do Acervo Cartográfico do MCR", parte desse tesouro ficará mais acessível. O projeto foi realizado pelo fotógrafo e pesquisador Josivan Rodrigues, junto com a equipe do MCR, e contou com o apoio do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE).

Segundo Josivan, a obra só foi possível graças a projetos anteriores que inventariaram e digitalizaram todo o acervo cartográfico do museu. "Com isso pronto, propus o catálogo", explica. O livro tem 52 páginas e traz cerca de 1.900 imagens. "Não são apenas mapas e plantas, mas também gravuras, fotogramas aéreos, cartazes, peças de mobiliário, projetos urbanísticos e muito mais", descreve. "Espero que o catálogo funcione como um aperitivo, um convite para que as pessoas venham conhecer essa produção mais de perto. O acervo do museu é muito bacana e bastante utilizado pelos pesquisadores, mas precisa ser divulgado para outros públicos".

Leia também:
Museu da cidade do Recife promove oficina de máscaras para crianças
Museu da Cidade inaugura exposição sobre Forte das Cinco Pontas
Exposição sobre Revolução de 1817 se despede do Museu da Cidade

O material abarca peças que vão do fim do século XIX até o fim do século XX, mostrando as inúmeras mudanças pelas quais o Recife passou. "É um livro bem imagético, com pouco texto, que está concentrado no final da obra. A ideia é de que o leitor vá se deleitando com o material, experienciando esse olhar estético", diz Josivan.

Entre as diversas curiosidades, é possível ver como era distribuída a viação elétrica da Pernambuco Transways, por volta dos anos 1930; o projeto original da Praça de Casa Forte, da mesma época; a conformação original das vilas "das costureiras" e das "cozinheiras", em Santo Amaro, dentro da histórica Liga Social contra o Mocambo, nos anos 1940; a remodelação do Bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife; e muito mais.
O livro traz encartado um dvd, onde é possível fazer vários tipos de busca sobre todas as imagens da coleção. "É algo muito útil para pesquisadores de áreas como Arquitetura, História e Geografia, mas também para os alunos de primeiro e segundo graus", conta Josivan.

A obra será vendida na lojinha do Museu por apenas R$ 30, numa tiragem limitada de mil exemplares. Destes, duzentos serão distribuídos para instituições como escolas públicas e bibliotecas, através do contato [email protected] . A versão digital será disponibilizada gratuitamente no site do MCR, por enquanto no formato pdf e, no futuro, deverá oferecer também mecanismo de busca.

Durante o lançamento, haverá a palestra "Cartografia do Recife: um acervo para a cidade", com Josivan Rodrigues; a diretora do MCR, Betânia Corrêa de Araújo; e o coordenador do Centro de Pesquisas José Antonio Gonsalves de Mello, Sandro Vasconcelos, também ligado ao museu.
Serviço
Lançamento do "Catálogo do Acervo Cartográfico do MCR" (R$ 30, 52p. com dvd anexo)
30 de janeiro de 2020, às 19h
Local: Museu da Cidade do Recife - Forte das Cinco Pontas, s/n, São José

 

Veja também

Filha de Alec Baldwin discute com comentarista que chamou pai de assassino
Baldwin

Filha de Alec Baldwin discute com comentarista que chamou pai de assassino

Cepe lança Mônica Silveira: Histórias de uma repórter
Livros

Cepe lança Mônica Silveira: Histórias de uma repórter