Museu dedicado a Prince permitirá ao público conhecer estúdios do cantor

O astro faleceu em 21 de abril deste ano, aos 57 anos, devido uma overdose de analgésicos

Governador Paulo Câmara assina ordem de serviço para a requalificação da ponte de ItamaracáGovernador Paulo Câmara assina ordem de serviço para a requalificação da ponte de Itamaracá - Foto: Divulgação

O museu dedicado a Prince, instalado nos lendários estúdios de Paisley Park, onde o ícone do pop gravava seus discos, ficará aberto ao público de forma permanente na próxima sexta-feira (28) nos Estados Unidos, após conseguir o aval das autoridades. Estava previsto que o grande complexo de 5.100 m2 - que guarda objetos e recordações da vida do cantor - abrisse no início deste mês, mas o município de Chanhassen, no estado de Minneapolis, onde está localizado o Paisley Park, atrasou a inauguração para se preparar melhor para a quantidade de turistas.

A autorização final chegou na noite de segunda-feira (24) e o museu anunciou que os ingressos já estão à venda na internet. Em outubro, alguns fãs puderam visitar durante três dias este local emblemático na vida de Prince, construído em 1987 e que o artista manteve quase secretamente. Algumas partes de Paisley Park permanecem intactas após o falecimento de Prince em 21 de abril passado, aos 57 anos, devido uma overdose de analgésicos. Outros espaços foram decorados com objetos que pertenciam ao cantor, de acordo com os temas de seus discos como "Graffiti Bridge" ou "Purple Rain".

Veja também

Equipe de Raissa Barbosa toma providências após divulgação de imagem íntima
A fazenda

Equipe de Raissa Barbosa toma providências após divulgação de imagem íntima

Whitney Houston se torna a primeira artista negra a conseguir três discos de Diamante
música

Whitney Houston se torna a primeira artista negra a conseguir três discos de Diamante