No Grammy, Demi Lovato chora em sua volta à música após overdose

Entre lágrimas, a cantora pop apresentou sua nova música "Anyone"

Demi Lovato chora ao cantar a nova música 'Anyone'Demi Lovato chora ao cantar a nova música 'Anyone' - Foto: Reprodução/Youtube

Leia também

• Grupo liderado por Marcos Cintra vai propor reforma tributária com imposto digital

• Criança morre vítima de bala perdida no Cabo de Santo Agostinho

Demi Lovato fez uma das performances mais emocionantes do Grammy, principal prêmio da música, que ocorreu em Los Angeles neste domingo (26). Às lágrimas, a cantora pop apresentou sua nova música, "Anyone", para uma plateia lotada.

A composição foi escrita pela própria artista dias antes de sua overdose, em 2018. "Demi compôs essa música no verão passado quatro dias antes de um incidente que quase tirou a sua vida", contou a diretora Greta Gerwig, que introduziu a performance.

Leia também:
Confira os vencedores do Grammy 2020 nas principais categorias
Billie Eilish domina o Grammy em cerimônia dedicada a Kobe Bryant


A música tem quase quatro minutos e é um desabafo sobre não ser ouvida, quase um pedido de ajuda. "Eu me sinto estúpida quando canto/ Ninguém está me escutando/ Eu me sinto estúpida quando eu rezo/ Então por que eu estou rezando mesmo?/ Se ninguém está ouvindo em lugar algum", diz um dos trechos.

Lovato teve dificuldades para cantar no início da apresentação, que foi interrompida por causa da emoção. A cantora respirou e a banda retomou a performance, para então ela engatar os vocais.

De volta aos holofotes pela primeira vez desde julho de 2018, quando sofreu uma overdose e foi internada às pressas, Lovato retoma de vez sua vida artística a partir dessa performance no Grammy.

A cantora pop já foi escalada para cantar o hino dos Estados Unidos no Super Bowl, em fevereiro, e também estará no elenco do filme "Eurovision", da Netflix, ao lado dos astros Will Ferrell, Rachel McAdams e Pierce Brosnan.

Demi Lovato evitou cruzar o tapete vermelho e só apareceu publicamente minutos antes de sua performance com um vestido branco.

Sem indicações nesta edição do prêmio, já que estava com a carreira em pausa nos últimos anos, Demi Lovato tem no currículo duas indicações ao Grammy –uma de 2016 e outra no ano passado, por uma parceria com Christina Aguilera gravada em 2018.

Veja também

Patrick Quinn, promotor do desafio do balde de gelo na cabeça, morre aos 37 anos
internet

Patrick Quinn, promotor do desafio do balde de gelo na cabeça, morre aos 37 anos

Pabllo Vittar divulga capa do seu disco, "111", na versão deluxe
Música

Pabllo Vittar divulga capa do seu disco, "111", na versão deluxe