Humor

Nova temporada da “Escolinha do Professor Raimundo” traz personagens icônicos da dramaturgia

Ainda assim, a sexta temporada dessa nova era do programa, que estreia no próximo domingo, dia 18, na Globo, e na segunda, no canal Viva, terá alguns toques de realidade

Escolinha do Professor RaimundoEscolinha do Professor Raimundo - Foto: Globo/Estevam Avellar

A “Escolinha do Professor Raimundo” é um humorístico delirante. Ainda assim, a sexta temporada dessa nova era do programa, que estreia no próximo domingo, dia 18, na Globo, e na segunda, dia 19, no canal Viva, terá alguns toques de realidade. Assim como acontece de forma gradativa em diversas escolas pelo Brasil, a sala de aula comandada pelo professor Raimundo, papel de Bruno Mazzeo, também exibirá protocolos de combate à Covid-19, como álcool gel e distanciamento social. 

“Seria uma fase posterior ao ensino on-line, com os personagens se reencontrando depois de tanto tempo de quarentena. A sala de aula está diferente: temos álcool gel em todas as carteiras e a distância entre os alunos é maior. Tentamos encontrar um equilíbrio entre os temas de aula propriamente ditos - História, Geografia, Matemática - e assuntos atuais, como os novos hábitos adquiridos nesse período”, afirma Angélica Lopes, que assina o roteiro da temporada com Leonardo Lanna.

Referência dentro do humor, Chico Anysio será lembrado no roteiro inédito. Em um dos episódios, os alunos homenageiam o criador da “Escolinha” cantando uma paródia que cita os personagens criados por ele e que fizeram história na tevê, como Azambuja, Alberto Roberto, Nazareno, Coalhada, Popó, Painho, Bento Carneiro, Veio Zuza, Gastão e Bozó. “Na tevê, ele revolucionou a linguagem, ao incorporar o vídeo tape, ainda nos 60, sendo o primeiro do mundo a fazer vários personagens contracenando entre si no mesmo programa. Na minha vida, foi meu maior incentivador e principal responsável por eu estar aqui agora. Foi meu primeiro ídolo, que me ensinou as primeiras lições e que me apresentou a esse mundo”, recorda Mazzeo.

Na sexta leva de episódios, a “Escolinha” busca trazer novidades a cada temporada. O elenco contará com o reforço de Marcelo Serrado, que interpreta Ptolomeu. O personagem era vivido por Otaviano Costa, que deixou a emissora no último ano. Personagens icônicos, já vividos pelos atores do elenco em outras produções, também estarão em sala. Serrado, Marcos Caruso, Mateus Solano, Rodrigo Sant’Anna, Fabiana Karla e Marco Luque reviverão Crô, Leleco, Félix, Valéria, Lucicreide e Jackson Faive em aparições pontuais. “Foi uma emoção tão grande porque sempre que o Chico Anysio ia em Recife eu ficava emocionada. Eu ia assistir à peça, depois que eu terminava de assistir ao show dele, eu levava uma fita cassete com a Lucicreide, porque esse personagem eu tenho desde os 14 anos de idade. É um fechamento de um ciclo na minha carreira”, valoriza Fabiana.

As gravações aconteceram junto com a retomada dos trabalhos nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. Por isso, a diretora Cininha de Paula seguiu um rigoroso protocolo de higiene e segurança. A nova leva de episódios, por exemplo, não contará com plateia no set de gravação. “Não haverá interação física entre os alunos. Seguimos todos os cuidados para poder levar graça e um respiro de leveza, alegria, resgate da memória afetiva e confraternização para o público neste momento”, explica Cininha. Apesar das novidades em virtude da pandemia, os redatores optaram por não falar diretamente do assunto no humorístico. “A gente aborda assuntos que se destacaram durante a quarentena, como as lives, as compras on-line, o distanciamento social e até os aspiradores-robô”, ressalta Leonardo.

“Escolinha do Professor Raimundo” - Globo - domingo, dia 18, às 12h45. Canal Viva – segunda, dia 19, às 20h.

 

 

Veja também

Mayra Cardi diz que se arrepende de expor traições de Arthur Aguiar
Famosos

Mayra Cardi diz que se arrepende de expor traições de Arthur Aguiar

Site traz mapeamento de artesãs têxteis em Pernambuco
Artesanato

Site traz mapeamento de artesãs têxteis em Pernambuco