Novo filme do 'Alladin' vira polêmica na internet

O ator Will Smith é o gênio da lâmpada, mas ele não é azul e tampouco a princesa árabe Jasmine é britânica

O egípcio Mena Massoud, 27, é o protagonista do longa e Will Smith faz o gênio da lâmpadaO egípcio Mena Massoud, 27, é o protagonista do longa e Will Smith faz o gênio da lâmpada - Foto: Entertainment Weekly/Divulgação

O gênio não é azul e a princesa árabe Jasmine é britânica. Essa foi a polêmica que se desenrolou na internet, após o anúncio da primeira imagem oficial do filme "Aladdin", com Will Smith, 50, no papel do gênio. O ator egípcio Mena Massoud, 27, é o protagonista do longa, que deve ser lançado em maio do ano que vem.

"Não gostei do Will Smith sendo o gênio da lâmpada do Alladin e ele nem tá pintado de azul", reclamou um dos internautas que seguiu uma avalanche de reclamações. Os filmes live-action são uma versão de desenhos animados com atores, e parte do público esperava uma reprodução fiel. Outra questão é que a história de Alladin se passa na cidade fictícia de Agrabah. Segundo o jornal americano National Post, não há uma confirmação se essa localização teria origem egípcia ou indiana.

Mesmo assim, a escolha dos atores causou polêmica. "Estou é mais incomodada com a Jasmine e com o Alladin", disse uma internauta. Um outro completou: "Fui olhar as imagens de Alladin e o que me incomoda não é nem o Will Smith não ser azul, e sim o próprio Alladin até porque eu sempre imaginei o ator sendo o Dev Patel...Já a atriz que vai interpretar a Jasmine é britânica?", levantou um internauta. Dev Patel foi um dos atores mais citados pelos internautas. O britânico de origem indiana ficou conhecido após o sucesso do longa "Quem Quer Ser um Milionário" (2008).

Leia também:
Cinema pernambucano aguarda definições na Ancine
Documentário sobre Toritama, a 'capital do jeans' chega ao Festival de Berlim
Crítica: 'D.P.A. 2' perde a essência de 'clubinho'
Filme da Turma da Mônica ganha primeiro trailer; assista
'O Mágico de Oz' é o filme mais influente do mundo


Já nas últimas horas, os defensores do longa começaram a aparecer. "O Gênio vai ser negro ao invés de azul, lidem com isso", brincou uma internauta. Outros fãs defenderam que o live action, na verdade, é uma adaptação do musical Broadway, em que o gênio também e negro.

A revista americana Entertainment Weekly divulgou nesta quarta (19) a primeira imagem oficial de Will Smith, 50, caracterizado como o Gênio de "Aladdin", que deverá ser lançado pela Disney em maio do ano que vem. O ator aparecerá na capa da publicação, que deverá chegar às bancas nesta sexta (21), ao lado de Mena Massoud, 27 e Naomi Scott, 25, que interpretarão, respectivamente, Aladdin e a princesa Jasmine.

"É sempre assustador toda vez que você faz coisas icônicas"
Em entrevista a revista Entertertainment Weekly, que divulgou as primeiras imagens do filme, o ator Will Smith disse que se inspirou em papéis antigos que interpretou, como em "Independence Day", "Bad Boys" e "Um Maluco no Pedaço". Ele queria encontrar a sua própria versão da criatura mágica e azul presa na lâmpada. "É sempre assustador toda vez que você faz coisas que são icônicas", disse Smith.

Na versão animada original do filme, lançada em 1992, o comediante Robin Williams, morto em 2014, roubou a cena ao dublar o Gênio. "Eu comecei a me sentir confiante de que eu poderia entregar algo que seria uma homenagem a Robin Williams, mas que também seria musicalmente diferente", disse o ator. "O sabor do personagem deveria ser diferente e único o suficiente para estar em uma pista diferente, em vez de tentar competir [com Williams]".

Assista ao trailer:

Veja também

'Colônia', nova série do Canal Brasil, retrata história real de hospício mineiro
Drama

'Colônia', nova série do Canal Brasil, retrata história real de hospício mineiro

Coquetel Molotov, Bananada e DoSol se unem em passe vitalício
Mercado

Coquetel Molotov, Bananada e DoSol se unem em passe vitalício