Novos duelos no “The Voice Brasil”

Globo exibe excepcionalmente nesta quarta a estreia do reality, que irá ao ar nas próximas quintas-feiras

DaphneDaphne - Foto: Divulgação

 

Sete meses após o fim do “The Voice Kids”, a Glo­bo se prepara para retomar a versão adulta do formato, o “The Voice Brasil”. O programa comandado por Tiago Leifert será exibido às quintas, depois de “A Lei do Amor”. A estreia, no entan­to, será, excepcionalmen­te, nesta quarta-feira (05), por causa do jogo de futebol en­tre Brasil e Bolívia pelas Eliminatórias da Copa do Mun­do de 2018.

Para o apresenta­dor, a quinta temporada da produção é a consolidação do bom desempenho do progra­ma. “Olhando para trás, nos últimos quatro anos, o programa se tornou a maior vitrine musical do País”, valoriza Leifert, que continua ten­do Cláudia Leitte, Carlinhos Brown, Lulu Santos e Michel Teló como técnicos.
Entre as mudanças na produ­ção, a maior delas é na co­apresentação. Mariana Rios fi­ca com o posto. A atriz irá cir­cu­lar entre os bastidores e fa­­zer entrevistas com os participantes e seus familiares. “Estou feliz e realizada com o convite. Poder ver de perto o talento das pessoas, suas histórias e a paixão pela profissão é uma realização.

Poder ver de perto o talento das pes­soas, suas histórias e a pai­xão pela profissão é uma realização”, valoriza. Ela, que também é cantora, garante que está unindo as duas vertentes que quer focar a partir de agora: o canto e a apresen­tação. “Es­tou torcendo para dar uma palhinha. Fica a dica para todo mundo”, diz, aos risos.
Outra novidade acontece nas fases da disputa. Na primeira etapa, chamada “audições às cegas”, os candidatos seguem avaliados apenas pela voz, torcendo para um ou mais técnicos virarem suas ca­deiras. Com os times já forma­dos, os duelos entre canto­res do mesmo time definem quem avança na competição. “A principal mudança será que os técnicos não contarão mais com o auxílio dos assistentes. No lugar de­les, haverá um ‘supertécnico’ que vai ajudar os quatro jurados”, conta Creso Eduardo. Para essa função, foi convocada a cantora Ivete Sangalo.
A principal mudança fica a­­cer­ca das “batalhas cruzadas”. “Serão programas espe­ciais, ao vivo. Neles, a disputa deixa de ser entre candida­tos do mesmo time e passa a ser entre cantores de times diferentes”, antecipa, sem dizer quando serão esses programas.

 

Veja também

'Fazer o certo requer coragem', diz Dani Calabresa sobre acusações contra Marcius Melhem
Assédio

'Fazer o certo requer coragem', diz Dani Calabresa sobre acusações contra Marcius Melhem

Mais de 40 filmes de terror nacionais são exibidos em mostra online
Cinema

Mais de 40 filmes de terror nacionais são exibidos em mostra online