O que move Claudia Leitte em novo álbum

A cantora divulgou a segunda e última parte do seu álbum “Bandera Move”, com canções românticas e dançantes, nas plataformas digitais

Claudia Leitte em 'Bandera Move'Claudia Leitte em 'Bandera Move' - Foto: Reprodução/Divulgação

Claudia Leitte traz ao mercado musical a aguardada continuação do álbum “Bandera Move”, após quatro meses do lançamento da primeira parte do trabalho, apresentado em dezembro, com quatro músicas inéditas. Este novo momento é marcado por canções românticas, pop latino e um toque de funk. Além disso, a cantora também lançou, em todas as plataformas digitais, o seu single de trabalho, “Rebolada Bruta”, parceria com o cantor de funk MC Zaac, que ganhou clipe com direção assinada por Jacques Dequeker e looks por Yan Acioli.

Nesta parte final do álbum, Claudia revela o seu romantismo em “Meus Olhos Não Mentem”, “Só Quero Você” e “Amor Amor”. Ainda há espaço para músicas dançantes, como é o caso de "Pulsação". Em entrevista à Folha de Pernambuco, a cantora detalha as características da segunda parte do "Bandera Move".

Folha de Pernambuco: "Bandera move" é um álbum trilíngue com sons que também misturam ritmos. O EP parece mirar o globalizado pop latino sem deixar de ir atrás do trio elétrico. Essa foi a intenção do projeto?

Claudia Leitte: Desde o começo, o objetivo central do projeto "Bandera Move" foi questionar as pessoas sobre aquilo que as move, sempre com uma visão positiva da vida. Os diferentes ritmos e idiomas auxiliam nessa pluralidade de ideias que não se limita apenas a uma cultura, assim como no trio elétrico, que une diferentes pessoas, sons e possibilidades.

Leia também:
Discos para movimentar os ouvidos e o coração
Operadoras de TV e streaming liberam canais fechados para evitar avanço de coronavírus
'BBB 20' suscita debates para além do entretenimento


Folha de Pernambuco: Esse é o seu primeiro disco desde 2014, quando lançou “Axemusic”. O que te fez querer lançar um álbum completo mais uma vez?

Claudia Leitte: Eu sempre digo que estou aqui para servir ao meu público e eles me pediram muito um álbum. Além disso, esse era um momento que queria produzir um projeto com uma mensagem para as pessoas refletirem sobre vários assuntos, como o amor e o fazer pelo próximo. A questão mercadológica também foi pensada pela minha equipe e optamos em lançar o álbum dividido nessas duas partes.


Folha de Pernambuco: A turnê “Bandera” traz um ar artístico e cenográfico pouco visto nos shows do Brasil. Como essa turnê foi construída?

Claudia Leitte: A proposta foi a de trazer alegria, esperança e amor ao público. Nesse novo show, eu exponho as minhas bandeiras e quero que as pessoas também possam se divertir com otimismo e união. Também escolhemos uma árvore - Oliveira - para fazer uma alusão à vida e às diferentes fases que passamos, que estão representadas pelas transformações que a árvore precisa lidar com cada estação do ano (primavera, verão, inverno e outono).



Folha de Pernambuco: A faixa escolhida para promover essa segunda parte do disco foi “Rebolada Bruta”, que já foi mostrada durante o Carnaval. Há o pensamento de lançar músicas com as características do Carnaval?

Claudia Leitte: Não tenho essa preocupação. Eu sempre faço música para o ano todo, com diferentes ritmos e experimentações. O axé music e o trio me permitem transitar por tudo isso, não apenas durante o Carnaval. Todos podemos cantar e dançar sobre amor, empoderamento e descontração todos os dias. Desta vez, trago um funk ao lado de Zaac, que é um grande talento.


Folha de Pernambuco: No momento em que estamos vivendo, passou a ideia de mudar a data de lançamento, ou o isolamento foi visto como oportunidade?

Claudia Leitte: Neste momento, precisamos unir forças em diferentes áreas. Além disso, apesar desse lançamento já ter sido adiado uma vez devido ao que está acontecendo, acreditamos que esse seja um momento que as pessoas buscam formas de se entreter para lidar com tudo o que está acontecendo. Meu público tem pedido isso. E eu espero auxiliar muito cada um também através da música.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Festival de Veneza 2021 terá filme brasileiro estrelado por Rodrigo Santoro
Cinema

Festival de Veneza 2021 terá filme brasileiro estrelado por Rodrigo Santoro

Grand Chase será lançado nesta quarta-feira (28) com apenas os quatro primeiros personagens
Grand Chase

Grand Chase será lançado nesta quarta-feira (28) com apenas os quatro primeiros personagens