roda

O samba vai ocupar o Bairro do Recife a partir deste domingo (3); saiba mais

O grupo Samba pra Cima estará na Casa Malassombro reunindo alguns bambas do Recife

Roda de samba com José Demóstenes 'Macaco'Roda de samba com José Demóstenes 'Macaco' - Foto: Divulgação

O samba, gênero musical-mór brasileiro, já é tradicionalmente festejado nas ruas, terreiros, clubes e diversos outros espaços no Rio de Janeiro. No Recife, o movimento dos bambas vem ganhando mais espaço e despertado o interesse dos jovens pelas rodas que celebram nossa brasilidade mais escancarada (vide o movimento no cultuado Pagode do Didi todas as sextas-feiras).

E mais uma iniciativa pretende figurar mensalmente no calendário cultural da cidade: neste domingo (3), acontece o primeiro encontro do Samba pra Cima na Casa Malassombro, que fica no Bairro do Recife.

Uma roda de samba reunindo nomes pernambucanos de hoje e de outros tempos: José Demóstenes ‘Macaco’ (idealizador e organizador da festa), Daniel Coimbra, Renato Nogueira, Helder Leite e Hilson Batucada. Nesse encontro, um repertório que passeará por canções próprias e pela fina-flor do samba brasileiro: clássicos de Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, Fundo de Quintal, Ivone Lara e Beth Carvalho.

"O grande lance é fazer com que a gente reviva essa coisa do samba no centro da cidade, no coração da cidade”, explica Macaco, que tem uma história na música ligada a vertentes diversas, mas com uma relação especial com o samba – ele é um dos integrantes do já veterano grupo Pouca Chinfra.

“O samba sempre foi um movimento de subúrbio e ele sempre vai existir lá. Nossa proposta é fazer com que o samba resista e ocupe todos os lugares, também o centro da cidade para fazer reviver essa movimentação cultural que era bem efervescente há tempos atrás” , considera.

José Demóstenes 'Macaco'José Demóstenes 'Macaco' é o idealizados da roda de samba deste domingo (3) | Foto: André Sidarta

A ideia é que a roda do Samba pra Cima seja mensal, sempre nas tardes de domingo, “pra gente iniciar a semana com o pé direito, com o pé de quem foi pro samba”, diz Macaco. Assim como cada edição terá convidados especiais, nesta estreia quem engrossa o caldo do Samba pra Cima é o cantor e compositor Caio Lima (da Rua do Absurdo), o sambista Neguinho da Samarina e o bandolinista e anfitrião da Casa Malassombro Rafael Marques.

A Casa Malassombro abrirá às 13h, com discotecagem. Às 15h, começa a roda de samba. Os ingressos antecipados estão disponíveis no sympla, por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e na bilheteria da Casa no dia da apresentação. Aniversariantes do mês têm entrada gratuita mediante apresentação de documento comprobatório. A meia entrada é válida para de estudantes, professores, PCD’s e idosos acima de 65 anos. 

SERVIÇO
Samba pra Cima
Quando: domingo (3), às 15h (abertura da Casa às 13h)
Onde: Casa Malassombro | Rua do Apolo, 219, Bairro do Recife, Recife
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à venda no Sympla
* Aniversariantes do mês têm entrada gratuita mediante apresentação de documento comprobatório.
Informações: (81) 99125-0173 ou pelo instagram @casamalassombro
 

Veja também

Dua Lipa denuncia "genocídio" em Gaza no Instagram
mundo

Dua Lipa denuncia "genocídio" em Gaza no Instagram

Mundo Bita e Péricles apresentam a magia do samba para crianças em novo clipe
Infantil

Mundo Bita e Péricles apresentam a magia do samba para crianças em novo clipe

Newsletter