Olhar de Maurício Arraes em exposição na Arte Plural Galeria

'O Silêncio do Bairro' ganha vernisage nesta terça e visitação para o público a partir da quarta-feira, com acesso gratuito

'O Silêncio do Bairro''O Silêncio do Bairro' - Foto: Arthur Souza/Folha de Pernambuco

Não raras as vezes cabe à arte reinventar-se em simbolismos para comunicar o que se vê mas não se enxerga em ruas, becos e ladeiras afora, em mundos que até existem, mas muito mais persistem a universos mais garbosos e estes, sim, vistos (e percebidos) facilmente. Foi neste contraponto de vazios e indiferenças cotidianas que o artista plástico Maurício Arraes deu vida a pormenores de paisagens urbanas e periféricas em sua exposição “O Silêncio do Bairro", a partir desta quarta-feira (5) em cartaz na Arte Plural Galeria e com vernissage hoje apenas para convidados.

"Busquei sair dos ruídos e das aglomerações para imagens que remontem a  esquecimentos e vazios que rotineiramente passam por nós ou passamos por eles",  contou ele enquanto circulava entre a "Menina com Galinha" (2015) e a "Cadeira Vazia e o Cachorro" (2018), alguns dos quadros com imagens literais de "diariamentes banais" que integram a exposição, sob a curadoria de Júlio Cavani. "Entre idas e vindas à sua casa, começamos a conversar sobre as pinturas pensando como elas poderiam, em conjunto, levar a reflexões e expor a sua linguagem voltada para essa realidades", enfatizou o curador.

Leia também:
Derlon inaugura exposição 'A beleza do tempo' na Galeria Amparo 60
Artista plástico Carlos Pragana estreia nova exposição

Dentre as ilustrações realçadas em suas obras estão os animais de rua, predominantemente representados por cachorros vira-latas, costumeiramente atrelados a situações de abandono, esquecimento e irrelevância. Integrando boa parte das paisagens que compõem a exposição, são eles que expressam as observações do artista e suas sensações acerca do que é vivido em entornos de ruas e calçadas das cidades. "As pessoas me contam sobre os cães e outras paisagens que elas veem e que poderiam estar dentro de uma pintura minha", ressaltou o artista.

Não é de hoje que Maurício traça recortes artísticos junto a imagens urbanas e periféricas. Sua coerência na arte de recriar cenários e exaltar o belo do dia a dia sem poetizar realidades, o acompanha desde sempre, incorporando às suas obras acasos de cadeiras vazias em bairros do Recife, passando pelo bucolismo dos botecos cariocas e até de pichações parisienses. "São realidades trazidas para reflexões", completa ele no auge de suas quatro décadas de uma trajetória de não-ficção na arte.

Serviço
Exposição "O Silêncio do Bairro", de Maurício Arraes, na 
Arte Plural Galeria
Rua da Moeda, 140 - Bairro do Recife
Vernissage nesta terça (04), 19h, e da quarta (5) até o dia 10 de agosto, visitação pública 
Acesso gratuito
Informações: 3424-4431



 

Veja também

Belutti diz ser desengonçado antes de estreia no Dança dos Famosos
Televisão

Belutti diz ser desengonçado antes de estreia no Dança dos Famosos

Compadre de Jojo Todynho é assassinado no Rio de Janeiro
Violência

Compadre de Jojo Todynho é assassinado no Rio de Janeiro