Orquestra Criança Cidadã será Patrimônio Imaterial de Pernambuco

Alepe aprovou, por unanimidade, a concessão do título ao projeto social pelo trabalho realizado ao longo de mais de uma década

Orquestra Criança Cidadã (OCC)Orquestra Criança Cidadã (OCC) - Foto: Divulgação

Ao longo de mais de uma década de existência, a Orquestra Criança Cidadã (OCC) já recebeu diversas condecorações nacionais e internacionais. A iniciativa está prestes a ganhar um novo reconhecimento, desta vez em nível estadual. É que a Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) concederá o título de Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco ao projeto sociomusical.

O Projeto de Lei Ordinária nº 459/2019, de autoria do deputado Clodoaldo Magalhães (PSB), foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares. No texto enviado à Alepe, o deputado classifica a OCC como “um importante projeto social de nosso estado, que traz dignidade e cidadania a milhares de crianças e jovens pernambucanos”.

A Resolução nº 1.672, que autoriza o requerimento, foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia 16 de maio. A data da cerimônia de oficialização do registro ainda será marcada. “É uma grande conquista, que se soma a tantas outras, numa demonstração inequívoca de que a labuta de ensino musical aos mais pobres deste Estado está cumprindo com maestria o mister a que se destinou”, celebra o idealizador e coordenador geral da orquestra, João Targino.

Leia também:
Caruaru elege Azulão e João do Pife entre os seus Patrimônios Vivos
Orquestra Criança Cidadã terá nova Escola de Formação de Luthier e Archetier


Administrado pela pela Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), o programa funciona desde 2006 e visa a inclusão social de crianças em situação de vulnerabilidade através da música. A primeira comunidade contemplada foi o Coque, na capital pernambucana. Em 2014, o projeto ganhou um núcleo também em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife.

Atualmente, a instituição atende gratuitamente a 400 jovens, com idades entre 06 e 21 anos. Os alunos recebem aulas de instrumentos de cordas, sopros, percussão, teoria e percepção musical, flauta doce e canto coral, além de apoio pedagógico, atendimento psicológico, médico e odontológico, aulas de inclusão digital, fornecimento de três refeições diárias e fardamento.

Veja também

F(r)icções: inscrições abertas para oficina online e gratuita sobre crítica de cinema
Audiovisual

F(r)icções: inscrições abertas para oficina online e gratuita sobre crítica de cinema

Semana do Audiovisual Negro abre inscrições para filmes
Cinema

Semana do Audiovisual Negro abre inscrições para filmes