Os caminhos insólitos da literatura de André Balaio

Escritor pernambucano lança "Quebranto", livro de contos sobrenaturais, neste sábado, na Casa Cultural Villa Ritinha, na Boa Vista

Escritor André BalaioEscritor André Balaio - Foto: Divulgação

Os contos do livro "Quebranto" possuem uma fascinante conexão entre horror e vida cotidiana. Na coletânea, o escritor pernambucano André Balaio aproxima medos secretos, tragédias pessoais e fantasias sobrenaturais a partir de uma ideia de rotina.

A publicação será lançada neste sábado (10), às 17h, na Casa Cultural Vila Ritinha - casarão do século 19 localizado na Boa Vista. Na ocasião, o escritor Sidney Rocha (que assinou o texto de apresentação) e o ator Marcello Trigo farão leituras de trechos do livro.

Leia também:
Nova safra do terror nacional mostra sua força
Relação abusiva retratada com complexidade no livro 'É assim que acaba'
Autor de ‘A Parte que Falta’ terá outros livros lançados no Brasil


"O que me atrai ao sobrenatural é a possibilidade de falar de coisas próximas e reais de forma original e metafórica. Ou seja, falar da realidade sem os maneirismos do realismo", diz André.

"É possível manipular o leitor, levá-lo para lugares que ele não gostaria de ir a princípio, mas não consegue evitar. Quando o texto atrai o leitor, ele faz um pacto e se deixa levar. Isso não é fácil e só se consegue através da linguagem, do estilo, dos méritos da narrativa. Não sei se consegui, mas busco sempre", ressalta o autor.

As histórias do livro costumam partir de situações banais da rotina e aos poucos crescem em termos de potência fantástica e sobrenatural. "Essa conexão tem que existir", explica Balaio.

"Não me interessam situações ou narrativas sem conexão com o real. Não quero falar de castelos e dragões se não forem nada além de... castelos e dragões. Quero comentar sobre a vida real e sobre a minha inadequação, a inadequação dos meus personagens e - quem sabe - dos meus leitores", destaca.

O título do livro antecipa temas e emoções. "O título remete ao torpor provocado por um feitiço ou um mau olhado e tem uma relação direta com o estranhamento e a mágica que estão nos textos", explica André. "Foge-se do realismo para se falar da realidade. Todos os contos falam da realidade por vias tortas", ressalta.

Estilo e autoria

André Balaio é um dos fundadores do projeto O Recife Assombrado, que reúne textos e narrativas gráficas de terror a partir de casos populares de Pernambuco.

Depois de escrever roteiros para quadrinhos e cinema, Balaio estreia no livro em prosa com "Quebranto". "Eu escrevo desde muito antes de fazer quadrinhos. Minha voz literária veio com a maturidade, por isso demorei a publicar", sugere.

"Entre roteiros de cinema e quadrinhos, há pontos de convergência e de divergência. No cinema e nos quadrinhos, é preciso falar através da imagem. Os diálogos e as descrições verbais - o texto - devem ser mínimos, para não atrapalhar a fruição do espectador ou do leitor. É preciso escrever os roteiros tendo isso em mente", explica o autor.

"Já na literatura, o principal é o texto com seu ritmo, pulsação e sons. Tudo tem que estar redondo e alinhado para arrastar o leitor", aponta.

Nocaute

Os contos de Quebranto foram escritos ao longo dos últimos quatro anos. "Há uma unidade de estilo nos 13 contos: todos são de literatura insólita", sugere o autor.

"O conto privilegia a concisão. É como naquela célebre comparação feita pelo [escritor argentino] Júlio Cortázar da literatura com o boxe: enquanto no romance pode-se ganhar por pontos, no conto só é possível vencer através de nocaute. É preciso rodar na máxima voltagem, eletrizar o leitor, ligá-lo para no final dar aquele choque, o 'pipoco' derradeiro que o deixa aturdido. Não existe outra possibilidade para um bom conto", ressalta.

Serviço

"Quebranto", de André Balaio
Editora Patuá, R$ 40, 128 páginas

Quando: neste sábado (10), às 17h
Onde: Casa Cultural Villa Ritinha (Rua Soledade, 35, Recife)

Veja também

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa
disputa musical

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa

Com A Fazenda, Record fica à frente da Globo pela terceira vez em uma semana
televisão

Com A Fazenda, Record fica à frente da Globo pela terceira vez em uma semana