Oscar 2018: 'A Forma da Água' levou os prêmios de melhor filme e diretor; veja lista de vencedores

Longa-metragem do mexicano venceu em quatro categorias, sendo um dos destaques da noite

Três anúncios para um crimeTrês anúncios para um crime - Foto: Divulgação

“A Forma da Água” foi o vencedor das principais categorias da 90º edição do Oscar, que ocorreu na noite do último domingo (4). Indicado em 13 categorias, o longa-metragem do mexicano Guillermo del Toro venceu melhor filme e diretor, além de design de produção e trilha sonora.

"No México eu era admirador de filmes estrangeiros: 'ET', filmes de Douglas Sirk, Frank Capra. Há algumas semanas Steven Spielberg disse: 'Se você ganhar lembre que você faz parte de um legado de diretores, se orgulhe'. Fui uma criança que cresceu no México e nunca achei que isso aconteceria. Aconteceu. Uso fantasias para contar histórias sobre coisas reais hoje em dia", disse o diretor.

Leia também:
'A Forma da Água' se revela uma metáfora sobre ausências e afetos
'Três anúncios para um crime' não foge do melodrama
'Lady Bird' aborda a sutileza das transições


Antes de pegar a estatueta, o diretor mexicano se certificou que o nome de seu filme estava no envelope de Warren Beatty e Faye Dunaway, que voltaram a apresentar, depois de terem anunciado a mesma categoria no ano passado e terem participado no erro histórico, quando envelopes foram trocados.

Essa gafe foi lembrada algumas vezes pelo apresentador Jimmy Kimmel durante a noite. O comediante fez comentários irônicos sobre questões importantes sobre assédio e racismo. "'Pantera Negra' é o favorito para não ser nomeado em nada no que vem", brincou Kimmel.

“Lembro quando estúdios não acreditavam em um filme de herói protagonizado por uma mulher ou uma minoria. Foi em março do ano passado", ironizou, sobre "Mulher Maravilha" e "Pantera Negra". Sobre “A forma da água”, disse: “Um filme lindo. Homens têm errado tanto que as mulheres começaram a namorar peixes".

Estrelas

Nenhuma surpresa nos prêmios de melhor ator e atriz. Frances McDormand, de "Três Anúncios Para um Crime", confirmou as expectativas: foi sua segunda vitória, depois de "Fargo" (1996). Durante o discurso, ela pediu para as atrizes, diretoras, produtoras, escritoras, compositoras, designers se levantarem. Sob aplausos, ela disse: "Olhem em volta. Vamos conversar sobre projetos". Saiu deixando forte a palavra "inclusão".

Gary Oldman, que interpretou Winston Churchill em "O Destino de Uma Nação", foi eleito o melhor ator. "Vivo nos Estados Unidos há muito tempo. Agradeço os amores e as amizades. Agradeço também a minha mãe, que é mais velha do que o Oscar: ela vai fazer 99 anos", ressaltou.

Momentos

- O Oscar de filme estrangeiro era também uma boa disputa: concorriam “The Square: A Arte da Discórdia” (Suécia), que venceu a Palma de Ouro do Festival de Cannes; “Corpo e Alma” (Hungria), que ganhou o Urso de Ouro, do Festival de Berlim, além de “O Insulto” (Líbano) e "Sem amor" (Rússia). O vencedor foi "Uma Mulher Fantástica" (Chile), drama sobre o processo de luto de uma transexual.

- Entre os prêmios técnicos, “Dunkirk”, de Christopher Nolan, venceu na categoria edição, mixagem de som e edição de som. “Blade Runner 2049”, de Denis Villeneuve, ganhou efeitos visuais e fotografia (assinada por Roger Deakins, que venceu sua primeira estatueta depois de 14 indicações).

- A canção "Room at the top", de Tom Petty, foi escolhida para homenagear os artistas que morreram ao longo de 2017. A Academia lembrou, entre outros, do ator Harry Dean Stanton, do músico Chuck Berry, do diretor Jonathan Demme, e dos ícones Jerry Lewis e Jeanne Moreau.

- A certa altura, Jimmy Kimmel levou estrelas de Hollywood para uma sala de cinema do outro lado da rua. Gal Gadot, Ansel Elgort e Guillermo del Toro foram lá. A ideia era ressaltar a importância do espectador no cinema. A reação foi de surpresa e empolgação quando os espectadores que estavam na sessão descobriram que estavam ao vivo na transmissão do Oscar.

- Entre as pautas dos discursos do Oscar deste ano estavam questões sobre representação, identidade, igualdade de gênero. Atores que subiram ao palco falavam da importância do momento atual, quando um público que não costumava se ver nas telas de cinema agora se sente representado. 

- Destaque importante para a vitória de "Corra!", na categoria roteiro original. Escrito e dirigido por Jordan Peele, o longa-metragem usa o gênero terror para comentar a presença perturbadora do racismo na elite branca dos Estados Unidos. 

Lista completa dos vencedores

Melhor Filme
"Dunkirk"
"Me chame pelo seu nome"
"O destino de uma nação"
"Corra!"
"Lady Bird - É hora de voar"
"Trama Fantasma"
"The Post - A Guerra Secreta"
"A forma da água"
"Três anúncios para um crime"

Melhor Diretor
Christopher Nolan ("Dunkirk")
Jordan Peele ("Corra!")
Greta Gerwig ("Lady Bird: É hora de voar")
Paul Thomas Anderson ("Trama fantasma")
Guillermo del Toro ("A forma da água")

Melhor Ator
Timothée Chalamet ("Me chame pelo seu nome")
Daniel Day-Lewis (“Trama Fantasma")
Daniel Kaluuya ("Corra!)
Gary Oldman ("O destino de uma nação")
Denzel Washington ("Roman J. Israel, Esq.")

Melhor Atriz
Sally Hawkins ("A forma da água")
Frances McDormand ("Três anúncios para um crime")
Margot Robbie ("Eu, Tonya")
Saoirse Ronan ("Lady Bird: É hora de voar")
Meryl Streep ("The Post - A Guerra Secreta")

Melhor Roteiro Adaptado
"Artista do desastre" (Scott Neustadter e Michael H. Weber)
"Me chame pelo seu nome" (James Ivory)
"A Grande Jogada" (Aaron Sorkin)
"Logan" (Scott Frank, James Mangold e Michael Green)
"Mudbound" (Virgil Williams and Dee Rees)

Melhor Roteiro Original
"Lady Bird: É hora de voar" (Greta Gerwig)
"Doentes de Amor" (Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani)
"Corra!" (Jordan Peele)
"A forma da água" (Guillermo del Toro)
"Três anúncios para um crime" (Martin McDonagh)

Melhor Ator Coadjuvante
Willem Dafoe ("Projeto Flórida")
Woody Harrelson ("Três anúncios para um crime")
Richard Jenkins ("A forma da água")
Sam Rockwell ("Três anúncios para um crime")
Christopher Plummer ("Todo o Dinheiro do Mundo")

Melhor atriz coadjuvante
Allison Janney ("Eu, Tonya")
Mary J. Blige ("Mudbound")
Lesley Manville ("Trama Fantasma")
Laurie Metcalf ("Lady Bird: É hora de voar")
Octavia Spencer ("A forma da água")

Melhor Filme em Língua Estrangeira
"Uma Mulher Fantástica" (Chile)
"O Insulto" (Líbano)
"Sem amor" (Rússia)
"Corpo e Alma" (Hungria)
"The Square: A arte da discórdia" (Suécia)

Melhor Design de Produção
“Blade Runner 2049”
“A bela e a fera”
"O destino de uma nação"
"Dunkirk"
“A forma da água"

Melhor Fotografia
"O destino de uma nação" (Bruno Delbonnel)
“Blade Runner 2049” (Roger Deakins)
“Dunkirk” (Hoyte van Hoytema)
“Mudbound” (Rachel Morrison)
“A forma da água” (Dan Laustsen)

Melhor Figurino
"A bela e a fera"
"O destino de uma nação"
"Trama Fantasma"
"A forma da água"
"Victória e Abdul"

Melhor Canção
"Remember me" ("Viva - A vida é uma festa")
"Mighty river" (Mudbound)
Mystery of love ("Call me by your name")
"Stand up for something" ("Marshall")
"This is me" ("O rei do show")

Melhor Edição
"Em ritmo de fuga"
"Dunkirk"
"Eu, Tonya"
"A forma da água"
"Três anúncios para um crime"

Melhor Mixagem de Som
"Star Wars: Os últimos Jedi"
"Em ritmo de fuga"
"Blade Runner 2049"
"Dunkirk"
"A forma da água"

Melhor Edição de Som
“Em ritmo de fuga”
“Blade Runner 2049”
“Dunkirk”
“A forma da água”
“Star Wars: The Last Jedi”

Melhor Animação
"O poderoso chefinho"
"The Breadwinner"
"Viva: A vida é uma festa"
"O Touro Ferdinando"
"Com Amor, Van Gogh"

Melhor Curta de Animação
“Dear Basketball”
"Garden Park"
“Lou”
“Negative Space”
“Revolting Rhymes”

Melhor curta
"Dekalb Elementary"
"The 11 o' clock"
"My Nephew Emmett"
"The silent child"
"Waty Wote/All of us"

Melhor Trilha Sonora
"Dunkirk"
"Trama Fantasma"
"A forma da água"
"Star Wars: Os últimos Jedi"
"Três anúncios para um crime"

Melhor documentário
"Abacus: Pequeno o bastante para condenar"
"Visages villages"
"Ícaro"
"Últimos homens em Aleppo"
"Strong Island"

Melhor documentário em curta-metragem
"Edith+Eddie"
"Heaven is a traffic jam on the 405"
"Heroin(e)"
"Knife Skills"
"Traffic Stop"

Melhor maquiagem e cabelo
"O destino de uma nação"
"Victoria e Abdul"
"Extraordinário"

Melhores efeitos visuais
"Blade Runner 2049"
"Guardiões da galáxia Vol. 2"
"Kong: A ilha da caveira"
"Star Wars: Os últimos Jedi"
"Planeta dos Macacos: A guerra"

Veja também

Vênus inclina ao amor e à beleza

Vênus inclina ao amor e à beleza

Paço do Frevo faz live em comemoração ao Dia do Frevo de Bloco
Live

Paço do Frevo faz live em comemoração ao Dia do Frevo de Bloco