A-A+

Oscar: olhares voltados para noite de premiação em Hollywood

Cerimônia do Oscar 20020 acontece neste domingo (9) e tem 'Coringa' entre os mais cotados para levar a estatueta

'Coringa' é um dos mais cotados para as estatuetas'Coringa' é um dos mais cotados para as estatuetas - Foto: Divulgação

E o Oscar vai para...os aficcionados por cinema, que, provavelmente, não devem tirar os olhos da 92ª cerimônia da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, marcada para este domingo (9), quando serão entregues as estatuetas aos melhores filmes, roteiros e atores, entre outras categorias.

"Desde o discurso de Patrícia Arquette (vencedora como atriz coadjuvante em 2015, com "Boyhood: Da Infância à Juventude"), o Oscar virou outra coisa e agregou discursos politizados, abriu as portas e seguiu para além do frisson. Hoje se tem uma espécie de palanque para pessoas influentes darem recados importantes sobre o que ocorre no mundo", comemora Luiz Joaquim, crítico de cinema e coordenador do curso de Cinema da AESO.

"Quem subir para anunciar os filmes vai soltar uma ou outra beliscada nos discursos. E tem que ser assim mesmo, com esse plus que serve como atração e muito bem-vinda", completa Luiz Joaquim, que, entre as indicações que podem levar a estatueta, cita sem titubear Joaquin Phoenix para Melhor Ator por "Coringa" e Renée Zellweger como Melhor Atriz por "Judy: Muito Além do Arco-íris".

Na categoria de Melhor Filme, no entanto, o crítico prefere não arriscar palpites, mas confessa preferência pelo aclamado longa sul-coreano. "É incógnita e eu nem arrisco falar sobre o possível vencedor, mas gostaria que 'Parasita' ganhasse, seria uma revolução na história do Oscar, mas o fato de ser uma produção em idioma coreano lhe dá poucas chances", justifica.

Leia também:
'Coringa' lidera indicações ao Oscar; confira a lista completa dos indicados
Petra Costa diz que ataques do governo são antipatriotas
Principais histórias, recordes e números do Oscar


"Parasita" - vencedor do Globo de Ouro- concorre com "Adoráveis Mulheres", que tem à frente Greta Gerwig e é aposta do crítico para Melhor Roteiro Adaptado. "1917", "Ford vs Ferrari", "Era Uma Vez em... Hollywood", "O Irlandês", "Coringa", "Jojo Rabbit" e "História de um Casamento" são os demais concorrentes de Melhor Filme que o longa vai enfrentar.

"Para mim, o prêmio iria para 'Parasita' e sem pestanejar, para o diretor Bong Joon Ho", corrobora Ana Farache, coordenadora do Cinema da Fundação Joaquim Nabuco. Para ela, que é doutora em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco, a produção também deveria levar em Melhor Montagem, Melhor Filme em Língua Estrangeira e Melhor Roteiro.

Os mais indicados
Em números, vale destacar, "Coringa" é o que lidera com 11 indicações, seguido de "Era uma vez em Hollywood", "1917" e "O Irlandês", cada um com 10 indicações. Atrás deles, com seis, estão "História de um casamento", "Adoráveis mulheres", "Jojo Rabitt" e o coreano "Parasita". Também alcançou uma boa marca "Dois Papas", com três indicações.

'Democracia em Vertigem'
"A grande vitória dele é já estar concorrendo. A personificação que Petra atribui ao filme o torna tecnicamente cheio de qualidade e propicia ao espectador estrangeiro e a quem quer que seja, em qualquer lugar do mundo, o entendimento do recado que foi muito bem dado", ressalta Joaquim, entregando que não acredita que "Democracia em Vertigem", documentário brasileiro escrito por Petra Costa, leve a estatueta como Melhor Documentário de Longa-Metragem.

Recorde no streaming

Assim como "Democracia em Vertigem", "O Irlandês", "Klaus", "Dois Papas", "História de um Casamento", "A Vida em Mim", "Indústria Americana" e "Perdi Meu Corpo" estão no catálogo da Netflix, serviço de streaming que tem no acervo 24 indicações ao Oscar - superando a lista dos estúdios Disney (23 indicações) e da Sony Pictures (20 indicações). O fato merece ressalva na edição do Oscar deste ano, já que é um recorde para a plataforma que já teve "Roma", em 2019, como vencedor de Melhor Filme, Roteiro Original e Melhor Atriz, entre outras categorias.

Veja também

Paulo Bruscky completa 50 anos de exposição censurada e dispara: 'Nunca tive medo'
Arte

Paulo Bruscky completa 50 anos de exposição censurada e dispara: 'Nunca tive medo'

'Duna' documenta o perigo real de líderes messiânicos, diz diretor Denis Villeneuve
Cinema

'Duna' documenta o perigo real de líderes messiânicos, diz diretor Denis Villeneuve