Pai de Michael Jackson morre aos 89 anos

Os sites TMZ e ET indicaram que Joe Jackson faleceu depois de uma longa batalha contra um câncer

Joe Jackson, pai do cantor Michael Jackson, faleceu aos 89 anos Joe Jackson, pai do cantor Michael Jackson, faleceu aos 89 anos  - Foto: Isaac Brekken / GETTY IMAGES NA / AFP

Joe Jackson, pai de Michael Jackson e criador do grupo musical The Jackson 5, integrado por seus filhos, morreu nesta quarta-feira (27) aos 89 anos. Os sites TMZ e ET indicaram que Joe Jackson faleceu depois de uma longa batalha contra um câncer.

Representantes de familiares não responderam de imediato às ligações para confirmar a informação. "Fontes da família indicaram ao TMZ que Joe faleceu às 3h30 da manhã em Los Angeles", escreveu o site especializado em celebridades. "Joe havia sido hospitalizado em junho com um câncer em fase terminal", prosseguiu.

O próprio Jackson mencionou há alguns dias no Twitter que a morte se aproximava dele. "Eu vi mais amanheceres do que ainda tenho para ver. O sol nasce quando chega a hora e, goste você ou não, o sol se põe quando chega a hora", escreveu ele. Ele seguiu trabalhando até seus 80 anos, mas sofreu uma série de AVCs, um deles em 2015, quando viajou ao Brasil para comemorar seu aniversário.

Leia também:
Michael Jackson ganha especial no canal BIS
"Me considero negra", diz filha de Michael Jackson em entrevista
Rancho de Michael Jackson, Neverland está à venda com "desconto" de US$ 33 milhões


Uma das figuras paternas mais famosas e relevantes na história da música, este trabalhador de aço de Gary, Indiana, reconheceu um talento musical florescente em seus filhos e criou o grupo The Jackson 5, uma das primeiras bandas afro-americanas a alcançar enorme sucesso com o público branco.

O grupo, com seu R&B dançante, alcançou o topo das paradas com quatro músicas, e, aos 11 anos, Michael Jackson se tornou o cantor mais jovem a alcançar o ranking com o hit de 1969 "I Want You Back".

Mas, já adulto, Michael Jackson revelou que cresceu com medo de seu pai, que regularmente batia nele com um cinto. Em uma famosa entrevista de 1993 com Oprah Winfrey, o Rei do Pop começou a chorar quando recordou as surras, mas também disse que o perdoava.

Janet Jackson, a filha mais nova de Joe e a mais famosa depois de Michael, disse que seu pai insistia em ser chamado por seus filhos de "Joseph". Ela contou que sofria quando via outros pais demonstrando afeto por seus filhos.

A imagem pública de Joe Jackson se desgastou ainda mais quando seu filho Michael, que sofria de ansiedade e depressão, morreu em 2009 e seu pai aproveitou o momento para promover seu projeto de gravadora.

Em sua própria entrevista com Oprah em 2010, Joe Jackson reconheceu que disciplinava fisicamente seus filhos, mas disse que o fez pensado em seu bem. "Isso os manteve fora da prisão", disse Jackson. Em entrevista à CNN em 2013, ele afirmou: "Estou contente de ter sido duro, porque vejam o que eu realizei. Criei filhos que todo mundo ama em todo o mundo".

Mas ele começou a se deixar levar pela emoção em seus últimos anos. Quando estava internado no hospital, escreveu em seu site que Janet era a única filha que o visitava e expressou orgulho por suas realizações.

Sua esposa Katherine, que foi uma figura materna calorosa para os 10 filhos do casal, explicou que nos lares afro-americanos era normal bater nas crianças. Katherine, a quem Michael e Janet dedicaram seus álbuns mais famosos, sobreviveu ao seu marido depois de 68 anos turbulentos de casamento, durante os quais pediu o divórcio, mas voltou atrás.

Joe também teve uma filha, Joh'Vonnie, com uma amante de longa data. Joe mudou-se nos anos 1980 para Las Vegas quando ainda era casado com Katherine, que morava em Los Angeles. Seus outros filhos incluem Jermaine e La Toya Jackson, que também alcançaram sucesso em suas carreiras musicais solo.

Neto de um escravo, Joe Jackson nasceu em uma zona rural do Arkansas, com um pai tão cruel como depois ele seria. Após o divórcio de seus pais, primeiro se mudou seu progenitor para Oakland, na Califórnia, e depois se mudou com sua mãe quando era adolescente para a área de Chicago, um dos milhões de afro-americanos que deixaram o sul para ir a cidades do norte, no que foi chamado de a Grande Migração.

Deixando de lado suas ambições de se converter em boxeador, Joe Jackson encontrou emprego como operador de gruas na fábrica US Steel em Gary, Indiana, dando uma vida estável para sua jovem família.

Diz a lenda familiar que os filhos de Jackson mexiam em seu guarda-roupa quando ele estava trabalhando na planta e pegavam seu violão. Furioso um dia quando encontrou uma corta arrebentada, Joe pediu que Tito, seu terceiro filho, mostrasse a ele que sabia tocar.

"E quando comecei a tocar, ele ficou boquiaberto! Me deu o violão e disse que eu aprendesse cada música que ouvia no rádio", contou Tito Jackson ao blogueiro Malcolm Wyatt em 2017.

"Assim, comecei a aprender 'The Temptations' e tudo isso, tocando canções como 'My Girl', com Jackie, Jermaine e eu na voz, começando a trabalhar em nossas partes para essas canções. Se tornou uma banda (...) e o resto é história", disse.

Joe Jackson manejou todas as gravações do Jackson 5 na Motown Records e mudou com a família para Califórnia. Michael Jackson eventualmente lançou sua carreira solo em 1975 com o álbum "Off the Wall", após assinar um contrato com a Epic Records.

O patriarca logo gerenciou a carreira de Janet. Mas embora tenha sido o pai de dois dos cantores mais bem-sucedidos na história, sua vida não acabou no luxo. Michael Jackson, apesar de perdoar seu pai publicamente, o deixou totalmente for de seu testamento. Em 2012, o antes todo-poderoso agente foi visto vendendo perfume da marca Jackson em um carrinho em um anódino centro comercial de Las Vegas, o que deu início a uma batalha legal porque não tem direito de usar o nome de Michael Jackson.

Veja também

'A gente não passa ileso', diz Mariana Xavier após receber críticas a seu corpo
Famosos

'A gente não passa ileso', diz Mariana Xavier após receber críticas a seu corpo

Brega Inn Funk: produtora quer fortalecer cenário local do brega
Música

Brega Inn Funk: produtora quer fortalecer cenário local do brega