Peça sombria, "A Rã" está em cartaz pelo Janeiro de grandes Espetáculos

Peça espera quebrar as barreiras entre público e palco com linguagens confessionais e visual mais viceral

Espetáculo A RãEspetáculo A Rã - Foto: Ralph Fernandes

Entre os destaques que compõem o Janeiro de Grandes Espetáculos nesta semana,está a peça “A Rã”. Organizada pela Companhia Animatos Invictus, a adaptação de um conto de Hermilo Borba Filho será apresentada no domingo (15), às 20h30, e conta a relação de uma mulher com o medo ao se deparar com uma rã. Os ingressos estão sendo vendidos no Teatro Hermilo Borba Filho, com valores de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).

A história já foi apresentada em março do último ano, mas depois de ter seu cenário e figurinos destruídos em uma enchente, teve seus elementos construídos pelo próprio grupo. "Todo o nosso cenário ficou debaixo d'água. Achamos que tínhamos perdido tudo. Mas conseguimos recuperar muita coisa e tivemos que reconstruir outras.”, revela o diretor de arte e cenotécnico Charles de Lima. A reformulação promete um aspecto mais visceral e sombrio.

Por tocar em temas envolventes como pânico, medo em uma veia mais psicológica, o diretor, Luiz Manuel, apostou em uma linguagem confessional que explora as relações e reações dos atores. A encenação pretende invocar o público a participar de forma ativa, deixando o lugar confortável de espectador.

Além de Luiz Manuel e Charles de Lima, o espetáculo conta com Diego Lucena e Cláudio Lira no elenco, Alexandre Henrique na sonoplastia, Evandro Mesquita como contra regra e Natalie Revorêdo na iluminação.

Veja também

Carlos Mélo apresenta esculturas têxteis na série “Overlock”
Artes Plásticas

Carlos Mélo apresenta esculturas têxteis na série “Overlock”

Sérgio Mendes canta com Pelé e ri com Harrison Ford em documentário na HBO
Documentário

Sérgio Mendes canta com Pelé e ri com Harrison Ford em documentário na HBO