Cultura+

Peça sombria, "A Rã" está em cartaz pelo Janeiro de grandes Espetáculos

Peça espera quebrar as barreiras entre público e palco com linguagens confessionais e visual mais viceral

Espetáculo A RãEspetáculo A Rã - Foto: Ralph Fernandes

Entre os destaques que compõem o Janeiro de Grandes Espetáculos nesta semana,está a peça “A Rã”. Organizada pela Companhia Animatos Invictus, a adaptação de um conto de Hermilo Borba Filho será apresentada no domingo (15), às 20h30, e conta a relação de uma mulher com o medo ao se deparar com uma rã. Os ingressos estão sendo vendidos no Teatro Hermilo Borba Filho, com valores de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).

A história já foi apresentada em março do último ano, mas depois de ter seu cenário e figurinos destruídos em uma enchente, teve seus elementos construídos pelo próprio grupo. "Todo o nosso cenário ficou debaixo d'água. Achamos que tínhamos perdido tudo. Mas conseguimos recuperar muita coisa e tivemos que reconstruir outras.”, revela o diretor de arte e cenotécnico Charles de Lima. A reformulação promete um aspecto mais visceral e sombrio.

Por tocar em temas envolventes como pânico, medo em uma veia mais psicológica, o diretor, Luiz Manuel, apostou em uma linguagem confessional que explora as relações e reações dos atores. A encenação pretende invocar o público a participar de forma ativa, deixando o lugar confortável de espectador.

Além de Luiz Manuel e Charles de Lima, o espetáculo conta com Diego Lucena e Cláudio Lira no elenco, Alexandre Henrique na sonoplastia, Evandro Mesquita como contra regra e Natalie Revorêdo na iluminação.

Veja também

Médicos encontram receptores para os órgãos de Anne Heche
Órgãos

Médicos encontram receptores para os órgãos de Anne Heche

Tom Holland decide se afastar das redes sociais para cuidar da saúde mental
internet

Tom Holland decide se afastar das redes sociais para cuidar da saúde mental