Playlist de músicas para ouvir no 13 de maio, dia da Abolição

Rock, samba, afoxé, rap: qualquer ritmo vale quando a ideia é ajudar a refletir sobre o espaço que o negro ocupa na sociedade brasileira

Gilberto GilGilberto Gil - Foto: Reprodução/Internet

"Treze de maio não é dia de negro", diz um dos afoxés mais populares de Pernambuco. A crítica vem do fato de que em 13 de maio de 1888 houve uma abolição "no papel", mas os ex-escravos e seus descendentes continuaram excluídos dentro dos processos sociais do país. Por isso, ativistas do movimento negro preferem celebrar o dia 20 de novembro, que é a data de morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, e foi declarado Dia Nacional da Consciência Negra. 

Leia também:
Museu da Abolição discute 130 anos do fim da escravidão no Brasil 
Livro recupera a história de vida de 28 escravos brasileiros
Museu da Abolição terá atividades neste fim de semana do 13 de maio

Todo dia, porém, é dia de pensar sobre o espaço que o negro ocupa em nossa sociedade. Abaixo, compilamos uma playlist de faixas gravadas em ritmos variados, que podem ajudar a fazer esta reflexão no momento em que se completam 130 anos do dia em que a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea.




















































































Veja também

Pra quando a pandemia passar: Que tal curtir uma casa na montanha no Canadá?
FOLHA TURISMO

Pra quando a pandemia passar: Que tal curtir uma casa na montanha no Canadá?

Projeto Azougue segue com ritmos do Maracatu ao Rap
Cultura Pernambucana

Projeto Azougue segue com ritmos do Maracatu ao Rap