Poeta russo Evgueni Evtouchenko morre aos 84 anos, nos Estados Unidos

Escritor foi símbolo do inconformismo na época do degelo na União Soviética

Poeta era professor na Universidade de Tulsa, em Oklahoma.Poeta era professor na Universidade de Tulsa, em Oklahoma. - Foto: internet

O poeta russo Evgueni Evtouchenko, personagem emblemático do degelo da União Soviética (URSS), faleceu neste sábado (01), aos 84 anos, nos Estados Unidos. "Morreu há alguns minutos, rodeado por seus familiares, tranquilamente", declarou a viúva do escritor, Maria Novikova, à agência de notícias estatal russa RIA Novosti..

Evgueni Evtouchenko foi um símbolo do inconformismo durante o curto degelo pós-stalinista de Nikita Khrouchtchev no início dos anos 1960, antes de se tornar um apoio leal e um privilegiado do regime até a queda da União Soviética.

"Evtouchenko era uma lenda (...) que vivia segundo sua própria fórmula", declarou Natalia Solzhenitsyn, viúva do escritor e dissidente russo Alexandre Soljenitsyne, à emissora pública Rossia 24.

Pouco depois de ser hospitalizado nesta semana, Evtouchenko pediu para ser enterrado em Peredelkino, "não distante do túmulo de Boris Pasternak", afirmou à agência oficial TASS o produtor Serguei Vinnikov, que prepara um festival de poesia na Rússia pelos 85 anos do poeta.

Nascido em 18 de julho de 1933 em Irkutsk, na Sibéria, Evtouchenko publicou seus primeiros poemas aos 20 anos. Rapidamente ganhou popularidade na União Soviética, onde sua liberdade de escrita e seu inconformismo rompiam com as normas admitidas na literatura da época stalinista.

Evtouchenko morava há 20 anos nos Estados Unidos. Nos últimos anos, estava dando aula na Universidade de Tulsa, em Oklahoma.

Veja também

'Venha comigo se quiser viver', diz Arnold Schwarzenegger ao tomar vacina contra Covid-19
Vacina

'Venha comigo se quiser viver', diz Arnold Schwarzenegger ao tomar vacina contra Covid-19

Gusttavo Lima parabeniza Andressa Suita, e seguidores torcem por reconciliação
Celebridades

Gusttavo Lima parabeniza Andressa Suita, e seguidores torcem por reconciliação