Assassinato

Popular rapper sueco é assassinado em Estocolmo

Ele foi morto à queima-roupa, próximo ao centro de Estocolmo

Einar, rapper suecoEinar, rapper sueco - Foto: Henrik Montgomery / TT NEWS AGENCY / AFP

Einar, um rapper sueco de 19 anos muito popular em seu país, foi assassinado na noite de quinta-feira (21) - anunciaram a imprensa local e a polícia locais. 

O rapper, cujo nome verdadeiro é Nils Kurt Erik Einar Grönberg, já havia sido alvo de uma tentativa de sequestro em 2020. Ele foi morto à queima-roupa em uma rua do bairro residencial de Hammarby Sjöstad, próximo ao centro de Estocolmo.

A polícia recebeu avisos de tiros disparados por volta das 23h (18h em Brasília) neste bairro, em geral tranquilo.

Estava gravemente ferido quando foi encontrado pelos serviços de emergência, que tentaram salvá-lo. O rapper não resistiu e no morreu ainda no local, relatou Towe Hagg, porta-voz da polícia de Estocolmo. 

Como costuma acontecer, a polícia sueca não confirmou oficialmente a identidade da vítima, revelada por diferentes veículos de comunicação ontem à noite. 

Uma investigação de assassinato foi aberta e, no momento, a polícia está ouvindo testemunhas, acrescentou o porta-voz.

O rapper Einar se tornou muito popular em 2019 com sua música "Katten i trakten" ("O gato no setor", em tradução livre). Chegou ao topo das paradas suecas e recebeu vários prêmios. Muitas de suas canções falam de criminalidade, drogas e armas.

Veja também

Festival de Vídeos de Dança 'Na Ponta do PÉ' começa nesta sexta (3)Festival

Festival de Vídeos de Dança 'Na Ponta do PÉ' começa nesta sexta (3)

 Morro da Conceição, pontes e antigos colégios da cidade integram roteiros do Olha! RecifeTurismo e História

Morro da Conceição, pontes e antigos colégios da cidade integram roteiros do Olha! Recife