Por atraso no salário, funcionários param e Cais do Sertão fica fechado

Funcionários reclamam que atrasos vêm ocorrendo há quatro meses

Frente Popular visita feira de TriunfoFrente Popular visita feira de Triunfo - Foto: Hélia Scheppa/Divulgação

Quem tentou visitar o Museu Cais do Sertão, no Bairro do Recife, nesta terça-feira (22), encontrou as portas fechadas. O motivo é o atraso no pagamento dos salários dos funcionários, que resolveram protestar paralisando as atividades.

De acordo com servidores do centro cultural, os atrasos vêm ocorrendo há quatro meses. O motivo é a falta de repasse de verbas do Governo de Pernambuco para a Fundação Gilberto Freyre, que administra o local.

Em nota enviada por e-mail, a Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur), responsável por fazer os repasses, afirma: "O Governo de Pernambuco está atento à situação do Cais do Sertão, um dos principais museus do Brasil, e tem se esforçado para cumprir com todos os pagamentos na data acordada. A intenção é começar a tentar regularizar a situação até o final desta semana para a reabertura do equipamento no menor espaço de tempo possível".

Os funcionários do Cais do Sertão prometem não voltar ao trabalho até que a situação seja normalizada. Com funcionamento de terça-feira a domingo, entre 9h e 15h, o espaço costuma receber uma média de 12 mil visitantes por mês.

Veja também

Vênus inclina ao amor e à beleza

Vênus inclina ao amor e à beleza

Paço do Frevo faz live em comemoração ao Dia do Frevo de Bloco
Live

Paço do Frevo faz live em comemoração ao Dia do Frevo de Bloco