Prestes a completar 104 anos, Teatro do Parque segue em reforma

A 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco promoveu uma visita guiada à obra de reforma do edifício, cujo fim é previsto para agosto de 2020

Teatro do Parque Teatro do Parque  - Foto: Caio Danyalgil

Fechado para o público desde 2010, o Teatro do Parque faz aniversário no próximo dia 24, com previsão de reabrir as portas daqui a um ano, quando completará 105 anos de fundação. Na manhã desta quarta-feira (24), a Folha de Pernambuco acompanhou uma visita técnica ao local e conferiu o andamento das obras de restauro. Voltada para estudantes de arquitetura, a visitação integra a programação da 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pelo Governo do Estado.

De responsabilidade da Prefeitura do Recife, a reforma foi iniciada em 2015, paralisada no mesmo ano e retomada apenas em junho 2018. A etapa atual é de recuperação e restauro, de acordo a arquiteta responsável, Simone Osias.

“Tivemos que fracionar a obra devido à disponibilidade de orçamento. Primeiramente, estancamos os problemas que aceleravam o processo de degradação do edifício, com as infiltrações. Agora estamos numa fase mais delicada e artesanal, que inclui o piso e os elementos decorativos, por exemplo”, detalha a arquiteta.

Leia também:
TAP trabalha para manter chama do teatro acesa
Grupo pernambucano leva moradores de rua ao teatro

 

Processo de restauro do equipamento cultural

Processo de restauro do equipamento cultural - Crédito: Caio Danyalgil

 

A previsão é de que a fase de restauro seja concluída em março do próximo ano. O investimento atual é de R$ 3 milhões do Ministério da Cultura, além de R$ 5,6 milhões em recursos próprios da Prefeitura. A etapa seguinte, cuja licitação deve ocorrer ainda esse ano, corresponde à aquisição e instalação dos equipamentos necessários para o funcionamento do cineteatro.

Quando for entregue novamente à população, o espaço contará com climatização, sistema de projeção de cinema 4K, entre outras novidades. “O grande desafio foi conseguir uma linha de restauro e preservação e compatibilizar isso a todo um aparato moderno que um cineteatro exige”, comenta.

Como o Teatro do Parque passou por várias reformas desde a sua inauguração, em 1915, muitas das características originais da construção se perderam com o tempo. A equipe responsável pelo restauro decidiu usar como diretriz a revitalização realizada em 1929, quando a estrutura do local foi adequada à função de cinema.

“Quando reabrirmos o teatro, ele será muito diferente do que as gerações atuais conheceram. Pode ser que muitos achem que mudamos a cara do local, mas na verdade estamos tentando voltar a como ele era no início, só que mais moderno”, explica a arquiteta, acrescentando que um memorial será colocado na entrada do equipamento cultural, para que o público possa conhecer sua história.

Veja também

Cate Blanchett vive dona de casa conservadora em 'Mrs. America'
séries

Cate Blanchett vive dona de casa conservadora em 'Mrs. America'

Streaming arma guerra global em meio a crise da televisão paga e do cinema
streaming

Streaming arma guerra global em meio a crise da televisão paga e do cinema