Cinema

Primeiro filme dirigido por uma mulher no Djibouti estreia no Brasil

'Juventude', de Lula Ali Ismael, é também o primeiro longa-metragem de ficção do país africano

Filme 'Juventude', de Lula Ali IsmaelFilme 'Juventude', de Lula Ali Ismael - Foto: Divulgação

“Juventude” (2019), de Lula Ali Ismaïl, é o primeiro filme de ficção da história do Djibouti, país do nordeste africano que conquistou sua independência em 1977. O longa-metragem, que é também o primeiro dirigido por uma mulher, chega ao Brasil nesta sexta-feira (11).

A produção estreia diretamente na plataforma de streaming Supo Mungam Plus. Na trama, três jovens garotas de diferentes classes sociais estão prestes a se formar no ensino médio e, enquanto navegam pelo início da idade adulta, devem decidir entre permanecer no Djibouti ou ir para a universidade na França.
 

Na estreia da diretora Lula Ali Ismaïl, ela transporta o público para a sociedade, cultura e tradições de seu país, enquanto conta uma história de amadurecimento sincera e sensível. Também estreiam na plataforma, nesta sexta-feira (11), o documentário mexicanos "Tempestade" (2016), de Tatiana Huezo, e o filme suéco "O Reencontro" (2013), de Anna Odell. 

Veja também

Museu Virtual Rio Memórias completa dois anos com três novas galerias
ANIVERSÁRIO

Museu Virtual Rio Memórias completa dois anos com três novas galerias

Criatividade estará em alta

Criatividade estará em alta