Prior, do BBB20, é acusado de estupro; famosos reagem

Recém-eliminado do reality da TV Globo, Felipe Prior está sendo acusado de dois estupros e de uma tentativa, por três mulheres

Felipe Prior, ex-BBBFelipe Prior, ex-BBB - Foto: Reprodução/Instagram

Felipe Prior, ex-participante da edição atual do Big Brother Brasil 20, eliminado do programa na última terça-feira (31), em um paredão disputado com Manu Gavassi, ocasião em que foram computados mais de 1,5 bilhão de votos, deve enfrentar problemas nos próximos dias "do lado de cá" do mundo. O arquiteto de 27 anos está sendo acusado de estupro por duas mulheres e de tentativa de estupro por uma terceira, com denúncias formalizadas por todas elas, reveladas em entrevista à revista Marie Claire, nesta sexta-feira (3).

A revista, que teve acesso a documentos de acusação que apontam o crime ao ex-BBB, trouxe à tona os fatos, com depoimentos das três mulheres, cujos nomes foram preservados, sobre a violência sofrida entre os anos de 2014 e 2018, durante festas dos jogos universitários realizados por faculdades de arquitetura em São Paulo, o "InterFau". Em um dos depoimentos, uma das vítimas narrou em detalhes o ocorrido após carona oferecida por Prior.



Leia também:

BBB 20: Manu Gavassi supera Prior em paredão com mais 1,5 bilhão de votos

Gabi vence última Prova do Anjo e coloca Marcela e Gizelly no monstro

Paredão do BBB 20 será triplo e terá formação já nesta sexta

"Na madrugada de 9 de Agosto de 2014, Themis (aqui protegida por um pseudônimo), hoje com 27 anos, foi a uma festa na USP que comemorava os jogos universitários das faculdades de arquitetura e urbanismo do estado de São Paulo, chamados de InterFAU. Ao final do evento, ela e uma amiga, que chamaremos de Atena, aceitaram a carona oferecida por Felipe Antoniazzi Prior, à época aluno do curso de arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie", relata a revista. 

Themis disse se encontrava "bastante alterada" na ocasião, pois havia consumido bebida alcoólica. Segundo ela, Felipe teria deixado Atena em casa e minutos depois parado o carro na rua e desligado o motor. Neste momento, teria se lançado sobre Themis e começado a beijá-la, passando a mão pelo seu corpo. Em seguida, a arrastou para o banco de trás do veículo".

A sequência do depoimento traz detalhes do ato, praticado de forma abusiva pelo ex-BBB. Em um dos trechos, extraídos do depoimento concedido às suas advogadas e registradas na noticia criminis, a vítima afirma que Felipe tirou sua roupa, abriu a própria calça deixando seu genital para fora. Devido à embriaguez, ela disse que não conseguia oferecer resistência:

"Felipe tirou a roupa dela e abriu a própria calça, deixando seu genital para fora. Devido à embriaguez, ela não conseguia oferecer resistência física, mas disse que falou não a ele muitas vezes, deixando claro que não queria ter relações sexuais. Felipe teria reagido dirigindo-se a ela aos gritos, dizendo 'para de ser fresca, no fundo você quer, não é hora de se fazer de difícil' e, diante das seguidas negativas da vítima, teria insistido: 'quer sim'. Neste momento Felipe teria estuprado ela".

HOSPITAL

Segundo o relato trazido pela revista, "Themis" relatou que a violência do ato foi tamanha que causou uma laceração em seu lábio vaginal esquerdo, fato que fez com que muito sangue tivesse tomado conta de sua roupa, do banco do carro e da roupa de Prior. Sentindo dor, a vítima começou a chorar e isso teria feito o ex-BBB parar. 

Pela quantidade de sangue, ele perguntou se ela queria ser levada ao hospital, ouvindo como resposta que queria ir para casa e "mais nada". Ele a deixou na porta de casa e na mesma madrugada ela foi levada pela mãe a uma unidade de saúde. Atendida e omitindo a violência que havia sofrido, ela retornou para casa e por dias sofreu as consequências do estupro, inclusive psicologicamente, o que a levou a ter crises de pânico e temor em sair de casa.

"Atrasei dois anos da minha faculdade por causa do estupro. Tranquei todas as matérias do curso porque vê-lo todos os dias era torturante. Ele é um cara impulsivo, agressivo. O que mostrou no BBB não chega perto do que é na vida real. Tenho medo do que pode fazer, mesmo diante de uma acusação formal, com advogada e tudo. Mas não posso mais guardar isso para mim", afirmou "Themis" à Marie Claire.

TAPAS NO ROSTO E POR TODO O CORPO

Uma outra vítima trouxe um relato parecido com o anterior. Com pseudônimo de Ísis, também em festa dos jogos universitários InterFAU, Felipe Prior teria insistido para que ela, na época com 23 anos, entrasse em sua barraca de camping. Lá, ele teria tido relações sexuais com ela, de forma consentida, até ter iniciado atos de violência, ocasião em que a mulher pediu para parar e não foi atendida, a ponto de só conseguir sair da barraca e fugir quando ele, por cima dela, adormeceu.

De acordo com relato da vítima, ao lado da barraca, testemunhas ouviram seus apelos e choro. Essas pessoas sustentaram a versão em depoimento dado na acusação.

TENTATIVA DE ESTUPRO

Ainda dentro de edições do InterFAU, dessa vez em 2016, a estudante na época com 24 anos, "Freya" (pseudônimo), relatou em depoimento cujo acesso foi obtido pela Marie Claire, que Prior havia se aproveitado do seu estado de embriaguez para persuadí-la a ingressar também em sua barraca de camping. Lá ele teria tentado estuprá-la, com tentativas de penetração no ânus e, com a negativa da vítima,  a conteve fisicamente usando de força. De acordo com a estudante, a violência não foi consumada porque ela conseguiu empurrá-la usando os braços e as pernas.

FAMOSOS REPERCUTEM

Após a publicação ganhar as redes sociais, famosos não tardaram em reagir aos fatos com postagens em redes sociais. Titi Muller confessou não ter conseguido terminar de ler a matéria da revista e finalizou com um "Que horror"! 

Já Bruna Linzmeyer, com as hashtags #PriorEstuprador e #FelipePrior cobrou sobre "quem vai pagar a conta", já que, segundo ela, "aos homens fica a impunidade e a certeza que continuarão trabalhando e vivendo normalmente".

Taís Araújo atribuiu os relatos da revista como "muitos fortes" e sugeriu a leitura da matéria, finalizando com um "cuidem-se, manas". E Bruna Marquezine, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que não comentaria sobre o assunto.

Felipe Neto também se manifestou e sugeriu que a leitura fosse feita com cuidado, complementando que "se você sentir desejo de passar pano, espero que a vida te cobre de todas as formas possíveis, seu maldito".


Veja também

Dublador do 'Salsicha', Mário Monjardim morre aos 86 anos
LUTO

Dublador do 'Salsicha', Mário Monjardim morre aos 86 anos

Arte e acessibilidade: artistas e galerias mostram que arte pode ser barata
Artes Visuais

Arte e acessibilidade: artistas e galerias mostram que arte pode ser barata