A-A+

Priscila Senna fala sobre show no Carnaval do Marco Zero

Pela primeira vez, o palco principal da folia recifense terá uma representante do brega pernambucano fazendo um show inteiro na noite de abertura

Priscila SennaPriscila Senna - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

A música brega é parte essencial na rotina de muitos pernambucanos há vários anos. No entanto, o poder público demorou em reconhecer o ritmo como legítima expressão cultural do Estado e inserir seus representantes nas programações das festas oficiais. Após tanto tempo, pela primeira vez uma artista do gênero comandará um show no palco principal do Carnaval do Recife. A cantora Priscila Senna, que durante anos liderou a Banda Musa, se apresentará no Marco Zero, na noite de abertura da folia, no dia 21 de fevereiro.

No dia 22 de janeiro, quando a Prefeitura do Recife divulgou sua grade de atrações para o período carnavalesco, o nome de Priscila chegou a ficar entre os assuntos mais comentados no Twitter. Prova da popularidade que a cantora conseguiu conquistar ao longo de dez anos de carreira. "Você tem noção da responsabilidade que isso vai ser para mim? Estou tentando nem pensar, porque sei que, na hora, vai ser muito emocionante para mim", comenta a cantora, que tem consciência do que a sua presença no polo mais prestigiado do nosso Carnaval representa para todo o movimento brega pernambucano.

"Eu estou muito feliz em poder representar esse ritmo que há tantos anos a gente batalha para ser reconhecido e realmente ter voz na cultura de Pernambuco. É um sonho que eu tenho há muito tempo e tantas pessoas vêm lutando comigo para que isso se realizasse. Tenho certeza de que vou chorar", afirma. A cantora já havia experimentado o palco do Marco Zero em 2016, quando fez uma participação no show da paraense Gaby Amarantos. "Meu desejo é um dia gravar um DVD nesse lugar e sei que vai acontecer", revela.

Leia também:
Carnaval 2020 do Recife terá concurso de Rei e Rainha com deficiência
Carnaval do Marco Zero vai trazer projeto 'Terça do Vinil'

Desde que recebeu a confirmação, a ruiva não para de pensar em como será o show. Repertório, figurino, cabelo e maquiagem: tudo isso já está sendo planejado pela cantora e sua equipe. Sem abrir mão de manter segredo sobre os detalhes, a artista promete surpreender o público. "Estamos debatendo quais serão as músicas que vão entrar. Posso dar o ‘spoiler’ de que vai ter homenagens. Será uma apresentação com vários momentos. Vou cantar alguns dos meus maiores sucessos e canções especiais, que eu acho que vão emocionar muita gente", adianta.

Cantar para plateias gigantescas, como a do Carnaval do Recife, não chega a ser uma novidade para Priscila. Na noite de Réveillon, a artista arrastou 200 mil pessoas para a praia do Pina. Com uma imagem já estabelecida entre os pernambucanos, a cantora busca agora alçar voos mais altos. Depois de regravar o hit "Cachorro combina com cadela" ao lado da sertaneja Naiara Azevedo, seu nome vem se espalhando aos poucos por outros estados. Para alcançar o reconhecimento nacional, a artista vem se reinventando. "Musicalmente, a gente mesclou o brega com outros ritmos, como a bachata e o arrocha. Também mudei visualmente, no tom do cabelo e no modo de me vestir. Graças a Deus, abri a minha cabeça", revela.

Após o Carnaval, Priscila apresentará novidades para os fãs. "Já gravei dez músicas novas. Estamos vendo a questão das participações: uma masculina e outra feminina. Temos os nomes, mas ainda estamos alinhando. Esse trabalho será mais romântico, diferente do meu primeiro EP, que teve uma pegada mais dançante", compartilha.

Veja também

'Grey's Anatomy' ganha primeiro profissional de medicina não binário
GREY'S-ANATOMY

'Grey's Anatomy' ganha primeiro profissional de medicina não binário

Mano Brown entrevista Ludmilla no próximo episódio do seu podcast
Bate-papo

Mano Brown entrevista Ludmilla no próximo episódio do seu podcast