Produtor divulga catálogo com as principais festas produzidas pelo público LGBT no Recife

Entre as 21 celebrações catalogadas estão Liv, Monamu, Carola, Bafro, PAM, Fritz, 99, e Pandemonia

Nena Queiroga e AlmerioNena Queiroga e Almerio - Foto: Gustavo Gloria/FolhaPE

Um catálogo com festas produzidas por membros da comunidade LGBT, feito pelo produtor e designer pernambucano Marcelo Rodrigues, foi publicado de forma autônoma. O produto, batizado de Recife Independente, mescla festejos feitos inteiramente por drag queens, celebrações à negritude e ao estilo underground, entre outros.

“Eu, que sempre invejava a quantidade de possibilidades oferecidas em outros lugares, como São Paulo, percebi que a minha própria cidade era também riquíssima em entretenimento feito por e para pessoas LGBTs como eu”, justifica o jovem. “Existe muita riqueza fora do eixo Sul-Sudeste e é preciso explorá-las”, completa o estudante de Design da Universidade Federal de Pernambuco.

A produção reúne 21 eventos e foi confeccionada com o auxílio dos produtores e amigos próximos ao estudante. Caso consiga patrocínio, Marcelo pretende disponibilizar o material no aeroporto da cidade para os turistas que querem fugir do corriqueiro e explorar vertentes autônomas da vida noturna do município, além de desmistificar o pressuposto de que membros da comunidade LGBT da capital pernambucana apenas sofrem com discriminação e preconceito.

Marcelo uniu-se ao seu melhor amigo, Arthur Araújo, e criou a Pandemonia, um dos fervos catalogados. Com o intuito de fugir da sonoridade explorada pelas demais festas da cidade - com bastante música pop, funk e brega; tal festejo apresenta, em contrapartida, eletropop, disco dos anos 70/80 e batidas urbanas. O produtor reitera a necessidade de criar um local de conforto e liberdade novo, já que algumas festas estavam lidando com problemáticas machistas e opressoras.

Outra festa que chama a atenção é a Monamu, encabeçada pela drag queen Envy Hoax e com toda a sua produção e execução elaborada, também, por drag queens, o evento se propõe a “valorizar e dar espaço à arte local, gerando renda e estimulando a criatividade dessas artistas”, como é apresentado na publicação. Na sua mais recente edição, no último sábado (10), a cantora Britney Spears foi homenageada com um repertório cheio de sucessos.

“Por ser uma das primeiras artistas da nova geração drag de Recife, participei de muitas festas e senti falta de outras queens fazendo parte também. Pensando em oferecer esse espaço, criei um ambiente nosso, local de festejo e trabalho para todas as drag queens”, aponta Envy. Ela explica que as personalidades são escolhidas de acordo com seu desempenho nas edições anteriores e também da sua postura fora da vida noturna.

Uma das produções mais antigas, a Liv (nascida em 2011), já acumula, além de um público fiel, duas festas nascidas no decorrer da sua trajetória. A primeira, batizada de Ixxfrega, surgiu como um segundo lado da celebração pop, que desta vez, apresenta mais funk e brega. Outra opção, é a Odisseia Pop, que se destaca por ter sido um tema da Liv e acabou se tornando uma festa a parte. Como o nome propõe, é uma viagem por sucessos da música.

A festa Bafro se apresenta como espaço não só de música, como também de intervenções artísticas, exposições fotográficas e de produtos a fim de exaltar a estética e cultura negra. Recente, a comemoração liderada pela produtora Olifant, caminha para sua quarta edição, ainda sem data divulgada, porém com a certeza de comandar um espaço de empoderamento. "Desejamos preencher a lacuna de poucas baladas durante o período vespertino da cidade," afirma Gael Uno, gestor administrativo e criativo da produtora, sobre o fato de que a celebração acontece durante as tardes de domingo.

Confira o material ou faça o download

 

Veja também

Batman: O Cavaleiro das Trevas
Cinema

Batman: O Cavaleiro das Trevas

Ancine aprova só um projeto em 10 meses e Ministério Público pede explicação
Política Cultural

Ancine aprova só um projeto em 10 meses e Ministério Público pede explicação