Formação profissional

Projeto oferece 90 bolsas em cursos de audiovisual para alunos do Nordeste

Academia Internacional de Cinema comanda o projeto “Cinema 360”, com aulas de outubro de 2020 a janeiro de 2021

Projeto oferece bolsas em cursos de audiovisualProjeto oferece bolsas em cursos de audiovisual - Foto: Divulgação

O Nordeste é a próxima região contemplada pelo projeto “Cinema 360”, da Academia Internacional de Cinema (AIC). A iniciativa prevê a disponibilização de 90 bolsas integrais para sete cursos diferentes voltados para a formação audiovisual. As aulas ocorrem de maneira on-line, de outubro de 2020 a janeiro de 2021.

As inscrições já podem ser feitas no site da AIC, em duas etapas. Na primeira, que segue até o dia 27 de setembro, os interessados podem se candidatar aos cursos de Produção Audiovisual, Direção Cinematográfica, Produção Executiva, Edição e Assistência de Direção. Já na segunda fase, que encerra as inscrições em 31 de outubro, os cursos são Trilha Sonora para Cinema e TV e Roteiro Online.

Para concorrer às bolsas é necessário ter alguns pré-requisitos. O aluno deve residir na região Nordeste, ter renda máxima declarada de até cinco salários mínimos, ter acesso à internet e computador para as aulas; ter, no mínimo, 17 anos e ter concluído ou estar cursando o último ano do ensino médio. 

O projeto, que já passou pelas regiões Centro-Oeste e Norte,  tem como objetivo difundir a educação audiovisual fora do eixo Rio-São Paulo. A proposta foi uma das quatro aprovadas em uma concorrência pública do edital apoiado pela Agência Nacional do Cinema (ANCINE), Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Ministério do Turismo e Centro Técnico Audiovisual (CTAV/SAV).

“O incentivo vem precisamente num momento em que se torna cada vez mais evidente a necessidade de se investir em educação à distância, em especial num país de grande extensão territorial e desigualdades sociais como o nosso. Sabíamos que poderíamos fazer a nossa parte, e arregaçamos as mangas. Montamos um programa capaz de ter um impacto real de forma coordenada e com alcance nacional”, afirma Flávia Rocha, diretora de comunicação da AIC.

No Centro-Oeste, foram mais de 650 pessoas inscritas e os 90 selecionados já estão estudando. Na região Norte, as inscrições chegaram ao fim com mais de 515 candidatos, que estão em fase de análise. Beneficiando residentes de 24 estados, além do Distrito Federal, a iniciativa disponibilizará um total de 360 bolsas, ao longo de 360 dias. O Sul e o Sudeste (apenas Minas Gerais e Espírito Santo) serão contemplados em etapas futuras. 

“O Cinema 360 nos permite cultivar elementos técnicos para que esses novos profissionais possam expressar conteúdos que reflitam não só suas aspirações pessoais, mas também as suas realidades regionais, já que o audiovisual é uma ferramenta importante de comunicação e representatividade cultural”, acrescenta Flávia. 

Com 16 anos de existência e sedes em São Paulo e no Rio de Janeiro, a instituição oferece cursos livres, técnicos e de formação profissional, de forma on-line e presencial. A estimativa da AIC é de que mais 3200 filmes já tenham sido produzidos por alunos formados nos seus cursos. Quem for selecionado pelo projeto “Cinema 360” terá acesso ao mesmo tipo de metodologia utilizado nas aulas pagas ministradas pela escola. Será possível interagir em tempo real com professores e colegas, tirar dúvidas e receber feedbacks dos exercícios através de uma sala virtual.  

Veja também

Joelma diz que teve pulmão, visão e mente afetadas pela Covid-19
Coronavírus

Joelma diz que teve pulmão, visão e mente afetadas pela Covid-19

Belutti diz ser desengonçado antes de estreia no Dança dos Famosos
Televisão

Belutti diz ser desengonçado antes de estreia no Dança dos Famosos