Teatro

Projeto oferece oficinas gratuitas em artes cênicas para pessoas negras do interior pernambucano

Iniciativa teve incentivo da Lei Aldir Blanc e foca na luta antirracista através de pessoas de fora da Região Metropolitana

Victor Lima, Dara Duarte e Ivo RafaelVictor Lima, Dara Duarte e Ivo Rafael - Foto: Divulgação

Em 1944, o dramaturgo e sociólogo Abdias do Nascimento dá o primeiro para o protagonismo negro na dramaturgia, com a criação do Teatro Experimental Negro (TEN). Ele surgiu após inquietações do autor com a falta de representação e o esteriótipo de negros no imaginário brasileiro. Quase 80 anos depois, o cenário continua desigual, e projetos tentam democratizar a formação e a inserção de pessoas negras nas artes cênicas.

Um desses exemplos é o projeto TEATRO+PRETO, que visa levar formação teatral para a população negra residente no interior de Pernambuco. A iniciativa conta com oficinas gratuitas, com inscrições até esta quinta-feira (25), para os residentes das Zonas da Mata, Agreste e Sertão Pernambucano. Eles poderão se inscrever nas aulas de introdução à linguagem da cenografia teatral (com Victor Lima, de 1 a 5 de março), de iluminação cênica (com Dara Duarte, de 8 a 12 de março) e de produção cultural (com Ivo Rafael, de 15 a 19 de março).

O projeto de oficinas conta com incentivo da Lei Aldir Blanc. Realizadas por profissionais formados e qualificados na área, as aulas serão ministradas pela plataforma zoom, em cinco dias de formação, com duas horas-aula. Cada curso conta com 40 vagas, sendo preferencialmente destinado a pessoas residentes fora da Região Metropolitana do Recife, com 70% das vagas divulgadas. Para adquirir o certificado, cada aluno deve cumprir pelo menos 75% da carga horária. 

Foco no interior

Segundo o coordenador e idealizador do projeto, Alírio Assunção, o TEATRO + PRETO surge da necessidade de florescer e suscitar os espetáculos para além do metropolitano. “Existe um movimento de migração dos artistas do interior para a capital do estado em busca de melhorias nas condições profissionais e educacionais. O projeto também visa facilitar a comunicação entre os que se interessam pelos elementos visuais do espetáculo e pela produção cultural no interior para criar uma teia de relações e troca de vivências artísticas com os artistas negros do estado”, conta Alírio.

Dessa forma, os estudantes de artes cênicas, artistas, produtores, técnicos, iluminadores, cenógrafos, fotógrafos e designers podem se interessar nos cursos oferecidos. Podem se inscrever pessoas autodeclaradas negras, acima de 16 anos, que desejam iniciar ou aprofundar seus estudos na linguagem das artes cênicas. As inscrições podem ser feitas via formulário do Google.  O resultado será divulgado por e-mail e também no Instagram do projeto (@teatromaispreto).

Saiba mais sobre as oficinas

Oficina de Cenografia (01/03 a 05/03)

A Oficina de Cenografia tem como objetivo introduzir os interessados a potência da cenografia na construção da cena (mise-en-scène). Para isso, se faz necessário o passeio pela história da cenografia, o que é composição  e como ressignificar materiais utilizado para compor a cena. A oficina é guiada por pelo questionamento: O que tenho ao meu alcance agora e como isso construirá a cena que quero montar?

Oficina de Iluminação Cênica (08/03 a 12/03)

No senso comum, as áreas técnicas das artes cênicas são vistas como serventia da atuação. Com o passar dos anos, com o avanço das tecnologias e com as demandas de transgressão de conceitos artísticos, essas áreas passaram a ter destaque dentro das produções artísticas. Diante disso, pode-se afirmar que a Iluminação transpôs o lugar de subserviência e se põe, atualmente, como um elemento de extrema necessidade para a construção da narrativa de uma obra. Voltado pra Iluminação Cênica, a oficina tem como objetivo introduzir os interessados ao campo técnico da Iluminação Cênica, desmitificar conceitos pré-existentes sobre o papel da luz em uma produção e demonstrar alguns meios de criação de luz para um espetáculo.

Oficina de Produção Cultural (15/02 a 19/02)

A oficina de Produção Cultural tem como objetivo mostrar o passo a passo de uma produção cênica desde a pré-produção até a pós-produção e como uma produção se estabelece no setor publico e privado. Para, será utilizado projetos já existentes para contextualizar os conteúdos das aulas.

 

Veja também

Cinemateca Pernambucana lança mostra infanto-juvenil
Fundaj

Cinemateca Pernambucana lança mostra infanto-juvenil

Estreias de março na Amazon Prime Vídeo
Streaming

Estreias de março na Amazon Prime Vídeo