TV ABERTA

Recifense participa do 'Bar Aberto', reality de coquetelaria da Band

Jéssica Cristina, de 28 anos, está entre os competidores do programa, que quer escolher o melhor bartender amador do Brasil

Jéssica Cristina mora em São Paulo há dois anosJéssica Cristina mora em São Paulo há dois anos - Foto: Barry Company/Divulgação

Apresentado por Marina Person e Márcio Silva, o reality show “Bar Aberto” - que vai ao ar toda quinta-feira, às 23h30, na Band, e com exibição também pelo YouTube da emissora- tem como missão encontrar o melhor bartender amador do Brasil. A assistente administrativa e estudante de mixologia recifense Jéssica Cristina, de 28 anos, é umas das pessoas que está na disputa pelo título.

Morando em São Paulo há dois anos, a pernambucana já fazia alguns drinques por conta própria, mas começou a se aprofundar na coquetelaria no final de 2019.  “Já trabalhei como barista em um café e comecei a estudar também a mixologia. Fiz um curso e quero muito me profissionalizar. Já trabalhei em muitas áreas, de banco a shopping, mas foi como bartender que eu me encontrei”, comenta.

A partir da indicação de uma amiga, Jéssica soube da seleção para o reality show, que é produzido pela Barry Company. Após passar por etapas de entrevistas, ela ficou entre os dez participantes escolhidos. “Jamais imaginava que isso pudesse acontecer e ainda não acredito. Me vi lá na TV e a ficha não caiu ainda. Já chorei de felicidade por tudo e só de ter sido selecionada eu já me sinto muito vitoriosa”, declara.

Para a aspirante a bartender profissional, a maior dificuldade durante a participação no programa foi lidar com as câmeras. “Não estava acostumada a fazer nem mesmo videochamadas com os amigos. Eu sou um pouco tímida. Então, foi um desafio conseguir segurar o nervosismo na hora de falar enquanto era filmada”, relembra a competidora, que passou a maior parte da vida no bairro recife do Jordão Alto. 

Toda a temporada de estreia de “Bar Aberto” já foi gravada. As filmagens ocorreram no mês passado em uma hotel de São Paulo, onde os participantes ficaram confinados, seguindo medidas de biossegurança contra a Covid-19.  O primeiro episódio foi lançado na semana passada e a repercussão, segundo Jéssica, foi das melhores. “Foi incrível. Quando fui olhar o meu Twitter, no dia seguinte à exibição, havia uma monte de comentários, com muita gente me marcando”, conta.

Ao longo de oito episódios, os competidores têm suas habilidades testadas em batalhas. A avaliação fica por conta dos apresentadores e de especialistas convidados. O vencedor ganhará uma viagem para conhecer as casas de algumas das marcas da Pernod Ricard, empresa de bebidas, na Europa, além de um bar personalizado e 100% equipado.

“Esse programa veio para mostrar que dá para fazer drinks muito bons em casa e de maneira bem prática. As pessoas vão aprender a fazer sozinhas, porque é tudo muito explicadinho e com um site que traz as receitas que vão ao ar”, diz Jéssica, que promete levar um pouco da sua origem para a competição. “Deu para representar o Recife sim, mas isso o público verá nos próximos episódios”, adianta. 

Veja também

Marcius Melhem já participou de campanha antiestupro na Globo
Assédio

Marcius Melhem já participou de campanha antiestupro na Globo

Emicida apresenta histórias invisibilizadas em documentário de 'AmarElo'
Entrevista

Emicida apresenta histórias invisibilizadas em documentário de 'AmarElo'