Recifest promove oficina de Drag

Ministrada por Zecarlos Gomes, atividade contará com exercícios práticos e discussões históricas

'Brooklyn sem pai nem mãe''Brooklyn sem pai nem mãe' - Foto: Divulgação

Entre os dias 14 e 18 de novembro, o IV Recifest - Festival da Diversidade Sexual e de Gênero realiza a terceira edição da Oficina de Drag Queen. Com cinco dias de duração, o encontro irá proporcionar exercícios práticos, oferecendo subsídios para a construção da personagem em técnicas de maquiagem, dublagem, passarela e processo autoral de coreografia. Também serão abordadas as origens das drags, dinâmicas de expressão teatral e autoconhecimento.

Para participar os interessados devem preencher formulário de inscrição no link da oficina. As inscrições devem ser feitas até o dia 5 de novembro e os 15 contemplados, 10 homens e 5 mulheres, saberão o resultado da divulgação no próximo 10 de novembro.

A proposta é popularizar a imagem da drag queen como performer identificando-a como profissional, especificidade que a torna diferente de outras identidades como travestis, transexuais ou cross-dressers. As aulas são divididas em módulos: no primeiro dia são ensinadas técnicas de teatro e dança, no segundo o foco é a maquiagem, e, no terceiro, retoma-se o teatro e a dança. A intenção é que cada aluno saia da imersão com um personagem criado para si.

Os participantes poderão apresentar um número especial na festa de encerramento do Recifest, no Miami Pub.

Serviço:
Oficina Drag Queen
14 a 18 de novembro
Grátis

Veja também

Com protagonista pernambucana, 'Alice Júnior' mostra os desafios de uma adolescente trans
ANNE MOTA

Com protagonista pernambucana, 'Alice Júnior' mostra os desafios de uma adolescente trans

"No Escurinho do Cinema": de Jean Cocteau a Silveste Stallone
Poesia

"No Escurinho do Cinema": de Jean Cocteau a Silveste Stallone