A-A+

Relembre as esculturas do Galo Gigante

Temas, autores, homenagens e confecções: listamos as últimas dez edições do boneco ícone do Carnaval do Recife

Galo da Madrugada 2011Galo da Madrugada 2011 - Foto: Sérgio Bernardo/Arquivo/Folha de Pernambuco

Ícone do maior bloco de Carnaval do mundo, o Galo Gigante se levanta anualmente na Ponte Duarte Coelho para anunciar a folia no Recife. Mas você lembra das esculturas? E os temas em homenagens? De Chico Science ao maestro Spok, de sustentabilidade ao Movimento Armorial. O Galo é diverso e sua história, rica em vastidão. A Folha de Pernambuco reuniu as últimas dez edições das esculturas para refrescar a memória do folião e esquentar o passo de frevo.

Leia também
Imagem do Galo Gigante do Carnaval do Recife é apresentada
Pabllo Vittar vem para o Galo da Madrugada
Ivete Sangalo vai recepcionar fãs em seu trio elétrico
André Rio e o Bloco das Ilusões abrem temporada de Ensaios de Carnaval do Galo


2020: Galo Circense
O Galo de 2020 é idealizado por Leopoldo Nóbrega, que cria a obra pelo segundo ano consecutivo. Neste ano, a escultura vai se agigantar sob o batismo de 'Galo Circense'. Inclusive, neste ano, o gigante terá uma iluminação especial, que permitirá à alegoria se manter visível e acesa durante à noite.

Desenho do Galo Gigante do Carnaval 2020

Desenho do Galo Gigante do Carnaval 2020 - Crédito: divulgação/Leopoldo Nóbrega


2019: Galo da Inclusão e Sustentabilidade
O Gigante de 2019 foi feito para ressaltar a biodiversidade. A escultura foi projetada e assinada pelo cenógrafo e iluminador Leopoldo Nóbrega (o mesmo deste ano) e o designer Walther Holmes: foram utilizados, na estrutura de mais de 20 metros, biojoias e jeans feito com materiais reciclados do Polo de Confecções do Agreste pernambucano.

 

Galo da Madrugada 2019

Galo da Madrugada 2019 - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

2018: Galo do Frevo e Cultura Popular
Em 2018, o Galo Gigante foi executado pelo iluminador e cenógrafo Edson Lira. Já a cabeça e os pés foram esculpidos pelo artesão Mestre Tonho, que também é responsável, por exemplo, pelo presépio natalino de Olinda. O Gigante foi recoberto por 700 penas de PVC e 15 inéditas estamparias e grafismos.

 

Galo da Madrugada 2018

Galo da Madrugada 2018 - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco



2017: Galo de Flávio Barra
Com a saída do artista plástico Sávio Araújo, que esteve sete anos à frente da criação da escultura, a Prefeitura do Recife contratou o jornalista e grafiteiro Flávio Barra para desenvolver a pintura da obra. O galo teve 30 metros de altura e 15 toneladas e teve sua pintura em referência à personagem Maria (inspirada nos traços da filha de Flávio Barra). A obra foi bastante criticada pelo público. À época, o coletivo de grafiteiros 33 Crew repudiaram a escolha e citaram "representatividade, trajetória e originalidade" como pontos que deveriam ser levados em questão na escolha do artista.

Galo da Madrugada 2017

Galo da Madrugada 2017 - Foto: Ed Machado/Arquivo/Folha de Pernambuco



2016: Galo Chico Science
O ‘Galo Maestro-Mangue Boy’, como foi chamado, foi às ruas em seus 27 metros de altura e de óculos escuros em referência a Chico Science. Na coxa, uma flauta em homenagem a outro músico: Maestro Forró. Já as cores verde e vermelho e os outros adereços foram para simbolizar os outros dois homenageados: Clube Misto Pão Duro e Maracatu Nação Porto Rico.

Galo da Madrugada 2016

Galo da Madrugada 2016 - Foto: Arthur Mota/Arquivo/Folha de Pernambuco



2015: Segundo Galo Maestro
A estrutura reuniu referências criativas a grandes artistas. As asas articuladas foram em homenagem ao compositor caruaruense Carlos Fernando, criador do Asas da América. O sax dourado festejou o Clube Bola de Ouro e o maestro Spok. Ainda teve ilustrações de passistas na crista, as dragonas em formato de tapioca e as franjas do doce 'nego bom'.

Galo da Madrugada 2015

Galo da Madrugada 2015 - Foto: Arthur Mota/Arquivo/Folha de Pernambuco



2014: Galo Armorial
O Galo, produzido por Sávio Araújo, foi erguido em 27 metros de altura como o ‘Palhaço Armorial’. A produção misturou elementos lembrando os homenageados: o artista Antônio Carlos Nóbrega (com sombrinhas de frevo e rabeca) e também as obras do escritor Ariano Suassuna (através do design de cavaleiro medieval).

Galo da Madrugada 2014

Galo da Madrugada 2014 - Foto: Bruno Campos/Arquivo/Folha de Pernambuco



2013: Primeiro Galo Maestro
A escultura criada pelo artista plástico Sávio Araújo teve 27 metros de altura e foi batizado de Galo Maestro da Ponte em homenagem ao músico Naná Vasconcelos, que foi representado pela estampa africana do colete, e ao fotógrafo Alcir Lacerda, com a máquina fotográfica.

Galo da Madrugada 2013

Galo da Madrugada 2013 - Foto: Arthur Mota/Arquivo/Folha de Pernambuco


2012: Galo Iluminado
Com 27 metros de altura, o Galo foi desenvolvido por Sávio Araújo para representar o folião pernambucano: com asas vermelhas, penas coloridas, adereços em forma de claves e um colete em forma de fraque com estamparias de cajus pintados pelo artista plástico Zé Cláudio, um dos homenageados do Carnaval de 2012.

Galo da Madrugada 2012

Galo da Madrugada 2012 - Foto: Bruno Campos/Arquivo/Folha de Pernambuco


2011: Galo Passista
A estrutura apresentou as cores da bandeira pernambucana nas penas e uma roupa de gala em comemoração aos 34 anos. A crista teve o desenho de uma pomba simbolizando a paz. O Gigante foi montado com 25 metros de altura e homenageou todos os maestros do frevo, do capitão Zuzinha ao maestro Spok.

Galo da Madrugada 2011

Galo da Madrugada 2011 - Foto: Sérgio Bernardo/Arquivo/Folha de Pernambuco


2010: Galo Cantor
Formada por 1,5 mil placas metálicas multicoloridas que lembravam sombrinhas de frevo, o "Galo Cantor" cresceu em 27 metros de altura. Foi a primeira vez que o artista plástico Sávio Araújo produziu o gigante.

Galo da Madrugada 2010

Galo da Madrugada 2010 - Foto: Sérgio Bernardo/Arquivo/Folha de Pernambuco

Veja também

Oficina literária ministrada pelo escritor Paulo Caldas lança livro
Literatura

Oficina literária ministrada pelo escritor Paulo Caldas lança livro

Poemas da semana de Wilson Araújo vêm em tom de música
POESIA

Poemas da semana de Wilson Araújo vêm em tom de música