Relembre ex-participantes do Big Brother que já morreram

Quase 300 participantes passaram pela casa e pelo menos três já não estão mais entre nós

Nonô, da 9ª edição do programa, morreu em 2017Nonô, da 9ª edição do programa, morreu em 2017 - Foto: Reprodução

Nem tudo é alegria quando se trata de Big Brother Brasil. Da primeira edição, em 2002, até o momento, 288 participantes passaram pela casa mais vigiada do Brasil. Destes, três já não estão mais entre nós. A poucos dias da estreia do BBB 20, relembre os 'brothers' que já morreram.

1. BUBA
Edilson Buba participou da quarta edição do programa, que consagrou Cida como campeã. Em 2006, morreu em decorrência de um câncer. Ele tinha 34 anos e estava internado havia dois meses em um hospital de Curitiba. Após a passagem pela casa, Buba posou nu para a "G Magazine" e também fundou uma ONG de assistência a dependentes químicos.

Leia também:
BBB 20: Participantes do reality são anunciados; conheça-os
Casa do 'BBB 20' terá cozinha gelada, oito camas e confessionário brechó
Boninho indica que mais participantes devem entrar na casa do BBB 20



2. CAUBÓI
André de Almeida, que ficou conhecido como Caubói no BBB 9, morreu em 2011, numa emboscada na chácara onde morava, em Alumínio (SP). Ele tinha 37 anos e deixou a mulher e quatro filhos. Max Porto, vencedor da 9ª edição, esteve no velório e prestou sua solidariedade à família do amigo.

3. NONÔ
Norberto Carias dos Santos, o Nonô, morreu em 2017 em São Carlos (SP). Ele tinha 72 anos e lutava contra um câncer. Nonô participou do "BBB9", o mesmo de André Caubói, e na época foi um dos participantes mais velhos a entrar no jogo, com 63 anos.

Veja também

Edital Funcultura Geral 2020/2021 tem inscrições prorrogadas
Fomento

Edital Funcultura Geral 2020/2021 tem inscrições prorrogadas

Quando a pandemia passar: dicas de como economizar nas viagens
Folha Turismo

Quando a pandemia passar: dicas de como economizar nas viagens