Renata Ramos inaugura exposição de gravuras

'O Escafandrista' é o nome da nova exposição de monotipias de Renata Ramos, exposta a partir desta quinta-feira (13), no Mar Restaurante, em Brasília Teimosa. Mostra segue até 30 de dezembro.

Detalhe de trabalho artístico de Renata RamosDetalhe de trabalho artístico de Renata Ramos - Foto: Reprodução

Desenvolvendo técnicas com a monotipia e outros meios como a transferência de fotos, a colagem, o desenho e a pintura em tinta acrílica, a artista plástica Renata Ramos estreia nesta quinta-feira (13) a exposição intitulada "O Escafandrista", no Mar Restaurante, em Brasília Teimosa. Os 24 trabalhos, apresentados pela artista pernambucana que mora em Amsterdã, na Holanda, mas está em visita ao Brasil, como uma forma de respiro e alento em relação ao país atual.

A mostra tem a identidade baseada no escafandrista, personagem-título, após sentimentos aflorados na artista "Ele utilizava o escafandro para manter-se vivo, respirando. Nessa mostra uso esse símbolo, o escafandro, como metáfora, pela necessidade de continuarmos vivos, respirando arte, cultura e história", cita Renata Ramos.

A exposição é composta por dois atos: no primeiro o espectador como um escafandrista e, no segundo ato, estão reunidas imagens divertidas, líricas, uma volta ao passado, com a representação do personagem em diversas situações. Renata explica sobre a inspiração para obras como aquela denominada "Um fim de mar colore os horizontes", criada a partir da frase de Manoel De Barros. “No meio de tudo estamos sempre olhando para um fim e procurando encontrar esse fôlego, essa resistência”, enfatiza a artista.

Leia também:
Roda de conversa e exposição celebram espetáculo 'Baile do Menino Deus'
Exposição Recife dos Presépios abre programação natalina da capital
Clementina Duarte: da busca do belo à joia brasileira


Residindo há 15 anos em Amsterdã, a artista plástica tem também como impulso criativo a cidade. “O que mais me chama atenção, e acredito que todos que pensam sobre Amsterdã, são as bicicletas, e se tornou algo que eu sempre estou desenhando e, por coincidência, encontrei uma imagem de um escafandrista numa bicicleta”, explica.

Detalhe de trabalho artístico de Renata Ramos

Detalhe de trabalho artístico de Renata Ramos - Crédito: Reprodução


Com a técnica de impressão da monotipia é possível a reprodução de um desenho ou mancha de cor em uma prova única. É uma técnica simples, pois dispensa a prensa, mas utiliza as mãos, o que fez com que a artista chegasse a trabalhar por muitas horas por dia.

"Mesmo morando na Holanda, eu estava muito deprimida com as coisas que estavam acontecendo no Brasil. Acabou casando com a situação pois tinha dias em que eu trabalhava de 10 a 12 horas por dia, como uma forma de trabalhar a tristeza em mim. O tema sugeriu muito isso de continuar respirando", finaliza. As monotipias têm tamanho médio de 30x42 (folha de A3) e podem ser vistos a partir de hoje até o último domingo de dezembro, das 11h30 às 19h, com visitação gratuita. 

   Outras inspirações

Renata Ramos traz pela terceira vez uma exposição ao Recife. A primeira teve como tema “Amsterdam Integratie”, sobre a visão de uma brasileira sobre a Holanda, e a segunda - com o título “Amsterdam em cordel”, foi pensada a partir da estética do cordel inserindo-o em pontos de destaque de Amsterdã.

Serviço:
Exposição "O Escafandrista"
Mar Restaurante (rua Comendador Morães, 373 - Brasília Teimosa)
A partir desta quinta-feira (13) até o último domingo de dezembro (30/12), das 11h30 às 19h
Entrada gratuita

Veja também

Disputa por obra de Legião Urbana empata no STJ
Música

Disputa por obra de Legião Urbana empata no STJ

Valorant e League of Legends saem do ar nesta terça-feira (22)
QUEDA

Valorant e League of Legends saem do ar nesta terça-feira (22)